Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 18 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Mesmo com crise aérea, aviação doméstica cresce 11,2%

10 Jul 2007 - 15h41
Apesar da crise nos aeroportos, a aviação doméstica registrou um crescimento de 11,2% na demanda em junho na comparação com o mesmo mês de 2006, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 10, pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A taxa de ocupação média dos aviões caiu de 75% para 71% no período. No acumulado do primeiro semestre, o setor registrou uma evolução de 13,2% sobre os seis primeiros meses do ano passado, enquanto a taxa de ocupação recuou de 71% para 70%.

A TAM segue na liderança do mercado doméstico, com 49,11% de participação em junho, levemente abaixo dos 49,68% apurados em maio e acima dos 47,43% de junho de 2006. A ocupação média dos vôos da empresa caiu de 78% em junho de 2006 para 73% no mesmo mês deste ano, mas melhorou em relação a maio, quando foi de 69%.

A Gol aparece em seguida, com 39,83% do mercado doméstico, mostrando piora em relação aos 40,84% de maio, mas acima dos 35,18% de junho de 2006. A ocupação ficou em 72%, acima dos 70% de maio, mas inferior aos 78% do mesmo mês de 2006.

A nova Varig (VRG Linhas Aéreas) respondeu por 2,93% da aviação doméstica em junho, ante 4,14% em maio. A empresa ainda não operava em junho de 2006. A taxa de ocupação foi de 65% em junho, contra 61% em maio.

A BRA deteve fatia de 3,40% em junho, ante 2,16% em maio e 3,79% em junho de 2006, com ocupação de 65%. A OceanAir ficou com 2,24% do mercado doméstico, acima dos 0,88% de maio e dos 0,98% do mesmo mês do ano passado. A ocupação média em junho foi de 55%.

Viagens internacionais

O tráfego internacional realizado pelas companhias brasileiras caiu 9,9% em junho na comparação com o mesmo período do ano passado, segundo a Anac. A ocupação média dos aviões caiu de 70% para 63% no intervalo.

A representou 69,63% do mercado internacional em junho, fatia menor que os 72,36% de maio e acima dos 37,66% de junho de 2006. A ocupação caiu de 75% em junho de 2006 para 69% em junho deste ano, mas ficou estável em relação a maio.

A Gol respondeu por 12,23% do segmento, praticamente empatada com a nova Varig (12,87%). Em maio, a Gol tinha 13,70% do mercado internacional e a Varig tinha 10,05%. A ocupação da Gol caiu de 67% em junho de 2006 para 49% no mesmo mês deste ano, mas melhorou em relação aos 47% de maio. A ocupação da nova Varig foi de 49% em junho, contra 42% de maio.

 

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto