Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 23 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Mega-traficante Fernandinho Beira-Mar chega hoje a Campo Grande

24 Jul 2007 - 17h13
 

O mega-traficante Luiz Fernando da Costa, o “Fernandinho Beira-Mar”, chegará ainda hoje a Campo Grande, onde desembarcará na Base Aérea da Capital e será levado em seguida para o Presídio Federal, que deve ser seu novo endereço no próximo um ano, já que ele poderá cumprir pena no local por no máximo 360 dias. Ainda não há horário para a chegada do criminoso, já que o avião que está em Catanduvas (PR) trazendo o mega-traficante, ainda não conseguiu teto para decolar.

O Depen (Departamento Penitenciário Nacional) e os agentes do Presídio Federal já agilizaram a grande infra-estrutura de segurança para translado de Beira-Mar. A transferência de Fernandinho Beira-Mar para Campo Grande, segue decisão do colegiado de juízes federais que trata de questões relacionadas à Penitenciária Federal de Catanduvas, que decidiu pela permanência de Beira-Mar no sistema federal de prisão e indicando Campo Grande como o destino do preso.

A esta decisão não cabe decisão judicial contrária. Sendo assim, foi concretizada a transferência de Beira-Mar para o Presídio Federal de Campo Grande. A decisão de transferência, que já esteve nas mãos da justiça do Rio de Janeiro, Brasília e São Paulo, cabe agora apenas à Justiça do Paraná, que já emitiu seu veredicto, pois a decisão é de competência do Estado onde o preso está cumprindo pena. Por resolução do Conselho da Justiça Federal, a permanência do detento nos presídios federais não pode ultrapassar um ano, embora esse período possa ser renovado pelo juiz responsável pela execução penal.

Na última quinta-feira (dia 19) completou-se um ano da chegada de Beira-Mar, o primeiro preso a ocupar uma das 208 celas de Catanduvas. Segundo a assessoria da Justiça Federal, não há necessidade de a transferência ocorrer imediatamente. A logística e a data da transferência ficam a cargo do Depen (Departamento Penitenciário Nacional) que ainda não recebeu o comunicado da Justiça. No dia 15 de junho, durante a posse do novo diretor da penitenciária de Catanduvas, Raimundo Hiroshi Kitanishi, o diretor do Sistema Penitenciário Nacional, Wilson Damázio, rechaçou denúncias de que Beira-Mar estaria exercendo influência sobre os outros 163 presos da unidade.

Processos

Em Mato Grosso do Sul, Beira-Mar responde a processo por lavagem de dinheiro, sendo que o juiz federal Odilon de Oliveira, da 3ª Vara da Justiça Federal de Campo Grande, definiu que fará no Fórum de Amambai as audiências com as 54 testemunhas arroladas no processo contra o mega-traficante. Ele afirmou que os depoimentos serão realizados em Amambai porque Coronel Sapucaia, de onde é a maioria das testemunhas, ainda não possui Comarca.

Odilon de Oliveira ainda não havia definido o local dos depoimentos devido ao risco de atentado contra a vida de Beira-Mar que acompanhará pessoalmente toda as audiências. O magistrado revela que o fato de Amambai ficar na região de fronteira com o Paraguai favorece a ação de grupos rivais ao comandado por Beira-Mar.

Apesar de definido o local, Odilon não estabeleceu a data para realização dos depoimentos do processo em que Beira-Mar é acusado de lavagem de dinheiro. Inicialmente, ele havia afirmado que Beira-Mar viria à Capital ainda neste mês para acompanhar os processos, mas revelou hoje que a data ainda não foi definida porque é necessário um planejamento de segurança para garantir a vinda do traficante.

Os advogados de defesa de Beira-Mar solicitaram que ele acompanhe todos os depoimentos em que for citado pessoalmente, o que é garantido pela Constituição Federal. Fernandinho Beira-Mar já acompanha depoimentos de testemunhas em outro processo, também por lavagem de dinheiro, no Estado do Rio de Janeiro.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho