Menu
LIMIT ACADEMIA
domingo, 17 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Mega-Sena acumula e pode pagar R$ 27 milhões hoje

18 Ago 2010 - 07h16Por CEF

A Mega-Sena pode pagar, nesta quarta-feira (18), mais um prêmio milionário. Acumulada há cinco concursos, a maior loteria do Brasil está com valor previsto para R$ 27 milhões. Com essa bolada, seria possível comprar mais de 1.000 automóveis populares ou 5.400 motocicletas de 125cc. Outra possibilidade seria adquirir três edifícios inteiros, cada um com nove pavimentos e cinco apartamentos por andar (considerando imóveis de padrão classe média, cada um avaliado em R$ 200 mil).

Os R$ 27 milhões ainda permitiriam um rendimento de mais de R$ 160 mil por mês, apenas aplicando o valor em poupança, o que significa um rendimento de mais de R$ 5 mil por dia. E mesmo que o ganhador resolvesse não fazer nenhum investimento, e simplesmente gastasse R$ 15 mil por mês, levaria 150 anos para acabar com o prêmio.

As apostas na Mega-Sena podem ser feitas até às 19h (horário de Brasília) desta quarta-feira (18), em qualquer uma das 10,4 mil unidades lotéricas do país. O sorteio do concurso 1.206 será realizado no Caminhão da Sorte, que está na cidade de Indaiatuba (SP).

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat