Menu
LIMIT ACADEMIA
terça, 18 de setembro de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Médico atira contra a ex-mulher e depois mata a própria filha

25 Jun 2010 - 08h23Por Terra

O ginecologista Afrânio Maia de Almeida, 33 anos, atirou contra a ex-mulher Luciane Conceição Ferrassoni, 28 anos, depois matou a própria filha de 6 anos, Maria Clara Maia, com um tiro na cabeça e em seguida se suicidou, segundo informou a Polícia Civil.

O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira, em Cuiabá, capital do estado do Mato Grosso, no bairro Ribeirão do Lipa. As investigações trabalham com hipótese de crime passional, pois o casal tinha se separado há pouco tempo.

De acordo com a polícia, Almeida foi à casa da ex-mulher onde atingiu com um tiro a perna dela. Logo em seguida, foi ao quarto da filha e atirou na cabeça da menina, que morreu na hora. Luciane passa bem e está internada no Pronto Socorro Municipal de Cuiabá.

A família do médico ginecologista emitiu um comunicado à imprensa informando que Afrânio Almeida era um filho amoroso, pai carinhoso, irmão atencioso, médico dedicado. Todas as vezes que mencionava a pequena Maria Clara era com orgulho e amor. Não entendemos os motivos que o fizeram crer ser a morte a saída para qualquer problema, diz a nota.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALCOOLISMO
Menino de 9 anos é expulso de casa pela mãe alcoólatra por se recusar a roubar, no DF
LATROCINIO
Tentativa de assalto termina com pai morto e filho baleado
MENOR INFRATOR
Cobradora é apedrejada em assalto e adolescente é detido pela 4ª vez
FAMOSIDADES
Justiça condena Deborah Secco por desvio de dinheiro público
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Severo vai morar com mendigos e vira vizinho de Agenor
CLUELDADE
Por mãe estar sem o celular, ladrão dá facada em bebê de 3 meses
ECONOMIA
Mercado financeiro já trabalha para traçar cenários sem Bolsonaro
PROCURA-SE
Adolescente desaparece e família recebe ligação misteriosa
TRAGÉDIA
Jovens irmãos morrem em grave acidente; caminhonete chegou a se partir ao meio
FAMOSIDADES
Justiça decreta prisão de Dado Dolabella por insulto à ex mulher