Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 21 de agosto de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Medicamentos podem ter redução de 11% no preço

26 Mar 2007 - 16h31

Cerca de 300 apresentações de medicamentos poderão ter redução de 11% no preço ao consumidor. A redução se refere à isenção do PIS/Cofins, que está sendo concedida para mais 72 substâncias.

Com isso, o número de princípios ativos e associações isentas do tributo federal chega a 1.472. A isenção de impostos é válida para os medicamentos de uso contínuo e tarjados (tarja vermelha ou preta).
 
A ampliação da lista foi assinada pelo presidente Lula, por meio do Decreto 6.066/07. O texto foi elaborado a partir de uma ação da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), que realiza o trabalho de Secretária Executiva da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos.
 
Atualmente, cerca de 65% dos medicamentos sujeitos à regulação de preços são isentos do PIS/Cofins. Os fabricantes de medicamentos que se enquadrem nos produtos com direito à isenção devem encaminhar pedido de reavalição de preço para a Anvisa.

 

O Dia

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÊMICA
Vale Tudo: projeto libera casamento entre mães e filhos e revolta MS
100 VERBAS
Emissão de CPF e restituição do IR podem ser suspensas pela Receita
100 PENA
'Não tem que ter pena', diz Jair Bolsonaro sobre uso de atirador de elite após sequestro de ônibus
ACIDENTE TRÁGICO
Morte de três profissionais em acidente comove a cidade
100 TETO
Na busca por emprego, homem 'mora' em abrigo de papelão
PÂNICO NO ÔNIBUS
Atirador de Elite mata homem que fez reféns em ônibus
AGORA DEU MEDO
Velório é interrompido após morto 'apertar' mão da esposa
TRAGEDIA NA RODOVIA
Três pessoas morrem em acidente envolvendo carro e caminhão na BR-277
FATALIDADE
Jovem mulher morre ao levar choque usando o secador de cabelos
ABSURDO - BRASIL
Mulher mata o marido a facadas e leva pênis para a amante dentro de um copo