Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 23 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

MEC planeja ter 2 milhões no ensino técnico até 2006

23 Ago 2004 - 18h00
O Ministério da Educação pretende alcançar a marca de 2 milhões de alunos matriculados em escolas de ensino técnico e profissionalizante até 2006. Atualmente, a rede concentra 600 mil estudantes.

O aumento da oferta de matrículas é um dos resultados esperados do Pacto pela Valorização Profissional e Tecnológica, lançado pelo ministério na terça-feira.

A iniciativa prevê desde a mudança na legislação e a criação de um sistema integrado entre as redes de ensino até uma forma de financiamento permanente, incluindo verbas para melhorar a infra-estrutura das instiuições.

Escolas federais

Para reforçar as escolas técnicas e de ensino profissionalizante, o governo deve investir R$ 175 milhões em 2005, por meio do Programa de Expansão da Educação Profissional (Proep). O ministério também quer ampliar sua participação na instalação de escolas técnicas.

“Vamos rever a lei que proíbe a ampliação da rede federal”, afirmou o secretário de Educação Profissinal e Tecnológica, Antonio Ibañez Ruiz.

Integração com Estados

O pacto prevê a integração política da União e Estados, o que permitiria melhor avaliação e coordenação do setor.

O ministro anunciou que escolas técnicas terão R$ 40 milhões a mais no orçamento do próximo ano.

Já as escolas de chão de fábrica, receberão R$ 25 milhões a mais. “Isso representa um aumento de 26,4% no volume de recursos, comparado a este ano”, afirmou Tarso.

Quatro eixos

“Esta é a agenda que faltava aos quatro eixos do trabalho do ministério”, afirmou o ministro da Educação, Tarso Genro, na apresentação do pacto.

Os outros três pontos são a alfabetização, a criação do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) e a reforma do Ensino Superior.

Segundo Genro, até o fim do mês, o projeto de lei sobre a reforma deverá ser anunciado. “Mas não antes de ser apresentado e discutido com a sociedade”, afirmou.

 

Estadão

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná
RENOVAÇÃO LICENÇA
Extinção de mais 130 rádios comunitárias no Brasil deve alcançar emissora de Ponta Porã
CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho