Menu
SADER_FULL
sábado, 25 de janeiro de 2020
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
BANNER BET
Brasil

MEC espera aumento de recursos para educação básica em 2005

7 Ago 2004 - 07h06
O ministro interino da Educação, Fernando Haddad, afirmou nesta quinta-feira (29) que deverá haver mais recurso para a educação básica no ano que vem. "Vejo o ano de 2005 com mais esperança que o de 2004. Ele aponta para o cumprimento da agenda definida pelo governo", disse Haddad, durante o 1º Seminário Internacional de Educação Brasil Competitivo, que acontece em Brasília. "Vamos alocar recursos federais para o Fundeb [Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica] e se as projeções orçamentárias forem confirmadas, dobrará o aporte de recursos para essa finalidade, direcionadas para os Estados e os municípios, para que a expansão do ensino médio não seja comprometida pelo estrangulamento das finanças municipais", declarou o ministro interino. O Fundeb, promessa de campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, vai substituir o atual Fundef --que redistribui recursos só para o ensino fundamental, de 1ª a 8ª série, para garantir um gasto mínimo por aluno nas unidades da federação. O projeto do novo Fundeb ainda está sendo discutido.

 

 

 

Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

SUPERAÇÃO
Ser diagnosticado 5 vezes com câncer em 15 anos não foi capaz de parar campeão paralímpico
SUSTO
Palco de Gusttavo Lima pega fogo durante show em Pernambuco
É MUITO PLÁSTICO
Brasil produz mais de 11 milhões de toneladas de lixo plástico
CASOS RAROS
Duas crianças morrem em uma semana, após sofrer AVC, preocupa classe médica
REALITY SHOW 2020
Participante do BBB20, médica sugeriu que mataria Dilma “em seu plantão”
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Três crianças morrem e uma mulher fica ferida durante incêndio em casarão
ESPORTE 2020
Opção de 'Cashout' atrai apostadores iniciantes
FUTEBOL 2020
Coritiba anuncia novo patrocinador máster para 2020
DOENÇA INFECCIOSA
Presos que estavam sendo 'comidos vivos' por doença são internados
HABITAÇÃO
Prefeita troca carnaval por doação de 52 moradias populares e ajuda a famílias carentes