SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 21 de fevereiro de 2018
UNIPAR_468
SADER_FULL
28 de julho de 2004 15h28

MEC capacita diretores de escolas a partir de outubro

Para responder à necessidade de capacitação de dirigentes escolares, identificada em diagnósticos e pesquisas, e atendendo orientação do ministro Tarso Genro, as Secretarias de Educação Básica (SEB) e de Educação à Distância (SEED) do MEC e o Fundo de Fortalecimento da Escola (Fundescola) lançam, em outubro deste ano, o Programa de Capacitação de Diretores de Escolas.

O programa, que também tem a parceria do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime), trará a Brasília, por três dias, 54 diretores – dois por estado –, para a composição de um grupo de trabalho ampliado. O grupo avaliará os conteúdos do programa a ser lançado como piloto em três estados no primeiro semestre do ano que vem. “Planejamos capacitar quatro mil diretores em 2005 e 47 mil em 2006”, disse Lia Scholze, do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep/MEC). “O programa é estratégico dentro de um projeto de país, pois capacitará diretores escolares para um bom gerenciamento institucional. Sendo 2005 o Ano da Educação, estamos certos de que esta iniciativa irá contribuir para a melhoria dos níveis da qualidade do ensino no Brasil”, conclui Lia.

Pesquisa – A preocupação com a qualidade da gestão escolar ocupa cada vez mais espaço na agenda dos pesquisadores do País. O programa de pós-graduação da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB) tem atuado nesse sentido. Em abril, aprovou o projeto de pesquisa e a dissertação de mestrado de autoria da professora Silêda Maria Holanda de Souza Almeida, que tem como título Competências para uma gestão escolar de qualidade: a visão de diretores de Centros de Ensino Médio do DF.

Para uma competente direção escolar, segundo a professora Silêda, o dirigente deve aliar “conhecimento e formação, habilidades práticas, atitude e flexibilidade”. Para a orientadora da pesquisa, professora Eda Castro Lucas de Souza, “os próprios diretores não se sentem capacitados. É preciso valorizar o processo de gestão escolar agregando qualidade ao exercício da direção, promovendo um ambiente escolar apropriado e criando um clima organizacional propício à aprendizagem”.


Comentários
Veja Também
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
LOJA_02
MBO_SEGURANÇA_300
Últimas Notícias
  
SADER_LATERAL
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.