Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 18 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Máxima de Dourados abriga 25 detentos indígenas

6 Jul 2004 - 14h17
 

A maioria dos 25 detentos índios  que cumprem pena na PHAC (Penitenciária Harry Amorin Costa)  foi condenada por prática  de crimes  hediondos, como estupro e atentado violento ao pudor e, em menor número, de crimes comuns como homicídios e roubos. A dificuldade de compreensão da língua portuguesa e a excessiva formalidade do judiciário, aliados à falta de acompanhamento processual, como fatores que prejudicam os índios nas questões que chegam aos tribunais.

As dificuldades começam e são maiores, segundo levantamento feito para a Secretaria Geral da Presidência da República junto a órgãos públicos, instituições e aldeias da região, durante as audiências de instrução dos processos judiciais. ‘’Na grande maioria das vezes o indígena, assustado por regras como ‘’O senhor pode ser preso por falso testemunho se faltar com a verdade’’, fica quieto durante toda a audiência’’, afirma o documento.

 

Dourados News

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico
HORARIO DE VERÃO
Início do horário de verão não será adiado, informa o Planalto