Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 21 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Mato Grosso confirma primeira morte do ano por gripe suína no Estado

30 Jun 2010 - 16h39Por Folha Online

A Secretaria de Saúde de Mato Grosso confirmou, na terça-feira (29), a primeira morte do ano causada pela gripe A (H1N1) --gripe suína-- no Estado.

Segundo informações da secretaria, o paciente, cujo sexo não foi divulgado, morreu no município de Ipiranga do Norte, tinha 47 anos, e apresentou febre alta e pneumonia durante os três dias anteriores à morte.

Como ainda não houve confirmação de casos de pacientes infectados pelo H1N1 em 2010, uma investigação sobre o local de contágio está em andamento.

A Secretaria de Saúde do Estado informou que tem reforçado a campanha de vacinação contra a nova gripe, já que há 30 mil doses em estoque e a meta ainda não foi alcançada para diversos grupos, como gestantes, portadores de doenças crônicas menores de 60 anos e crianças menores de cinco anos.

Na capital, Cuiabá, há outra morte que ainda aguarda resultado de exame para comprovar a causa. Em outras quatro mortes que ocorreram no Estado neste ano, a suspeita de H1N1 foi descartada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação