Menu
LIMIT ACADEMIA
segunda, 22 de abril de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Marta parte para o ataque contra Serra em debate

15 Out 2004 - 07h47
No primeiro debate entre os candidatos à Prefeitura de São Paulo no segundo turno, realizado na noite desta quinta na Band, a atual prefeita e candidata à reeleição, Marta Suplicy (PT), não poupou artilharia contra o adversário José Serra (PSDB). O tucano também não perdeu tempo em se defender. Assim, eles deram o tom que terá o horário eleitoral gratuito no rádio e na TV, que recomeça nesta sexta.

A principal munição da petista foi o fato de que o vice na chapa do tucano, Gilberto Kassab (PFL), foi secretário do Planejamento na administração de Celso Pitta, cujo mandato foi cassado devido a corrupção.

"Pitta tinha um secretário de planejamento que foi um dos responsáveis por tudo que aconteceu na cidade, pela bagunça toda. Quem é essa pessoa? Gilberto Kassab. O vice de José Serra. Se o Serra renunciar por algum motivo, é ele quem vai assumir. É a turma do Pitta de volta à cidade de São Paulo", disparou Marta.

Serra respondeu, dizendo que o marqueteiro responsável pela campanha de Marta é Duda Mendonça e lembrou que o publicitário foi quem elegeu Paulo Maluf e Celso Pitta. "Hoje, o Duda Mendonça trabalha para o PT", revidou o tucano.

Outra acusação explorada pela prefeita foi a de que Serra "não tem projetos" e que "pega carona" nos dela. "Essa é a forma de governar do PSDB. Em época de eleições, eles colocam uma faixa dizendo que a obra está sendo retomada", disparou Marta.

Ponto Alto
A Máfia do Sangue, esquema de corrupção descoberto no Ministério da Saúde durante a gestão de Fernando Henrique Cardoso, da qual José Serra era titular da pasta, veio à tona no debate.

Os candidatos promoveram um empurra-empurra de acusações, tentando revelar os atores do esquema. "Os vampirões presos são gente do PT", afirmou Serra. A declaração gerou pedido de direito de resposta pela equipe de Marta, o qual foi negado pela direção da emissora, que considerou não se tratar de ofensa pessoal.

Na seqüência do debate, enquanto Serra criticava a cobrança da taxa de iluminação pública na capital paulista, Marta citou frase do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, publicada pela revista Época. "O problema não é o Serra, é o diabo que existe nele. Sabem de quem é essa frase? Do Fernando Henrique", ironizou Marta.

Dessa vez, a emissora concedeu direito de resposta a Serra, que disse lamentar que a candidata partisse para "ataques dessa natureza". Nos bastidores, houve discussão entre representantes das duas campanhas devido ao direito de resposta.

Marta também criticou Serra por apenas citar o que fez na esfera federal. "Você não fez nada por São Paulo", afirmou. O tucano, por sua vez, disse que Marta cortou verbas de programas sociais na previsão orçamentária de 2005 e que, no governo Lula, o desemprego bateu recorde. Marta respondeu se declarando surpresa com a declaração, pois o PSDB "não se interessa pelos pobres". Serra revidou dizendo que sempre trabalhou pelos mais necessitados. "Vim de familha humilde e sei o quanto os pobres dependem da ajuda do governo", enfatizou.

Durante quase duas horas, eles discutiram sobre temas como educação, transporte e saúde. Esses foram os predominantes. Poucas propostas foram apresentadas. Os candidatos priorizaram a apresentação de números, para comprovar eficiência ou não nas gestões de um e outro.

 

Terra

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRÔNICA DA SEMANA
CRÔNICA DA SEMANA: 'Precisamos redescobrir o Brasil', por Luciano Gazola
CRUELDADE
Criança tinha o pênis amarrado com elástico e era torturada pelo pai e a madrasta
MORTE TRÁGICA
Adolescente de 13 anos morre após sofrer queda de bicicleta
ESTAVA FORAGIDO
Homem que matou esposa na Sexta-feira Santa morre em acidente 03 dias depois
FEMINICIDIO
Advogada é assassinada a facadas por marido após discussão
100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante