Menu
SADER_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Marisa Serrano presidirá comissão do Parlamento do Mercosul

5 Set 2007 - 10h44

A senadora Marisa Serrano (PSDB-MS) será a presidente da Comissão de Educação, Cultura, Ciência, Tecnologia e Esportes do Parlamento do Mercosul. Seu nome foi indicado na manhã desta terça-feira (4) pela delegação brasileira, durante a quinta sessão ordinária do Parlamento, que ocorre em Montevidéu. Marisa Serrano deverá ser eleita para o cargo na primeira reunião da comissão, ainda sem data marcada.

Também foram indicados pela delegação brasileira os nomes dos deputados Cezar Schirmer (PMDB-RS) para a presidência da Comissão de Assuntos Econômicos, Financeiros, Comerciais, Fiscais e Monetários; e José Paulo Toffano (PV-SP), para a presidência da Comissão de Desenvolvimento Regional Sustentável, Ordenamento Territorial, Habitação, Saúde, Meio Ambiente e Turismo.

Apenas duas comissões deverão ser mantidas de forma permanente pela delegação brasileira. Uma outra - provavelmente a de Desenvolvimento Regional - será presidida por um parlamentar da Venezuela assim que esse país, atualmente um sócio em processo de adesão, for considerado integrante permanente do bloco. Para isso, ainda é necessária a aprovação do protocolo de adesão da Venezuela pelos Parlamentos do Brasil e do Paraguai.

A distribuição das comissões permanentes entre os quatro atuais membros plenos do Parlamento - Argentina, Brasil, Paraguai e Uruguai - foi decidida em uma longa reunião ocorrida na noite de segunda-feira (3), logo depois da primeira parte da quinta sessão ordinária. Alem do Brasil, o Uruguai também ficará inicialmente com as presidências de três comissões e cederá uma a Venezuela em seguida.

A delegação argentina ficará com as presidências da Comissão de Assuntos Jurídicos e Institucionais e da Comissão de Trabalho, Políticas de Emprego, Seguridade Social e Economia Social. O Paraguai comandará a Comissão de Assuntos Internacionais, Inter-Regionais e de Planejamento Estratégico e a Comissão de Orçamento e Assuntos Internos. E o Uruguai terá as presidências da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, da Comissão de Assuntos Interiores, Segurança e Defesa e da Comissão de Infra-Estrutura, Transportes, Recursos Energéticos e Agricultura, Pecuária e Pesca.

Durante a manhã desta terça-feira, foram feitos pequenos pronunciamentos. Um dos que usaram a palavra foi o vice-presidente brasileiro do Parlamento do Mercosul, deputado Dr. Rosinha (PT-PR). Na sua opinião, os temas mais freqüentes nos pronunciamentos - como a liberdade de imprensa e as desigualdades regionais - mostram a necessidade de um foro de debate regional.

A próxima sessão ordinária do Parlamento do Mercosul será no dia 1º de outubro.

 

 

Agência Senado

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares