Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 26 de maio de 2019
SADER_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Marisa quer viabilizar projeto que desonera setor produtivo

10 Ago 2007 - 16h26
Campo Grande, MS – A senadora Marisa Serrano afirmou ontem (10/08) em Campo Grande que vai acompanhar com “ atenção redobrada” a tramitação do projeto de lei que apresentou no senado propondo a redução da carga tributária para o setor agropecuário, que a partir da próxima semana estará sendo analisada pela Comissão de Assuntos Econômicos da Casa.
“Trata-se de uma reivindicação importante do setor produtivo e temos que atende-lo de qualquer maneira se quisermos ver o Brasil crescer significativamente nos próximos anos” afirmou a senadora Sul-mato-grossense.
Vendas e importações de máquinas, equipamentos, aparelhos, instrumentos e materiais de construção utilizados na produção rural poderão, de acordo com a proposta apresentada, ficar isentos do pagamento da contribuição para o Programa de Integração Social (PIS) e para o Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PASEP), além da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins).
O passo decisivo para a redução da carga tributária na agricultura foi dado na última quarta-feira (08/08) depois que os membros da Comissão de Agricultura e Reforma Agrária (CRA) aprovaram parecer do senador João Durval (PDT-BA) a projeto de lei da senadora  Marisa Serrano (PSDB-MS) desonerando o setor.
O projeto (PLS 278/07) segue agora para análise da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) onde será votado em decisão terminativa. O senador Sibá Machado (PT-AC) anunciou que, na CAE, irá solicitar que ele  seja designado relator da matéria.
Para Marisa, o projeto tem por meta estimular os investimentos no setor agrícola brasileiro. A seu ver, os produtores rurais enfrentam sérias dificuldades, em virtude, conforme assegurou acreditar, do aumento da carga tributária. E lembrou que optou pela desoneração da contribuição para o PIS/PASEP e da Cofins por serem tributos não compartilhados com estados e municípios.
O relator, senador João Durval, foi claro: o projeto - caso seja transformado em lei - trará grande contribuição à agricultura brasileira, já que irá desonerar as cadeias produtivas. O relator observou ainda que a agropecuária, com reflexos no agronegócio, é um dos setores da economia mais afetados pelo aumento da carga tributária.
 
 
 
 
Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA ILUSTRE
Em Bonito (MS), Miss Brasil Júlia Horta destaca 'A energia daqui é inexplicável'
COISA DE DOIDO
Sucuri ataca bombeiro durante resgate em SP; assista!
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo dobra vagas de concurso da PF e convocações saem no fim do ano
FEMINICIDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
'Peguei meu filho e achei que estivesse morto', diz mãe de criança dopada em creche
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Confira o que tá na promoção que vai até este sábado no O Boticário em Fátima do Sul
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Visite Bonito (MS) na baixa temporada, saiba o porquê!
FÁTIMA DO SUL - TRATAMENTO COACH
De Nova Andradina, Vanessa recupera autoestima com tratamento 'Coach' Célia Tenório de Fátima do Sul
CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda