Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 22 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Marcos quebra o braço em goleada do Palmeiras

12 Mar 2007 - 08h56

O Palmeiras se recuperou da derrota para o Noroeste, no meio de semana, e venceu o Juventus neste domingo, no Parque Antarctica, por 4 a 1. No entanto, a equipe alviverde perdeu o goleiro Marcos, que se machucou mais uma vez, ainda durante o primeiro tempo do confronto.

Sob muita chuva, o Palmeiras começou melhor em campo e quase abriu o placar aos 8min. Em cobrança de falta executada por Edmundo, o goleiro Rafael Fava conseguiu a defesa parcial, e a zaga, na seqüência, afastou o perigo da área do Juventus.

No entanto, quatro minutos depois, o time alviverde conseguiram sair na frente do placar. O atacante Osmar foi lançado na frente e, com liberdade, tocou na saída de Fava para fazer 1 a 0 Palmeiras.

Com a vantagem no placar, o Palmeiras aproveitou para valorizar a posse de bola e indo ao ataque apenas nos contra-ataques. O Juventus, por sua vez, tentava apenas nos chutes de longe e nos cruzamentos para a área, e foi justamente em um lance deste tipo que os donos da casa perderam um de seus principais jogadores.

Aos 22min, o goleiro Marcos saiu do gol para afastar a bola e se chocou com Reginaldo, do Juventus. Sentindo muitas dores no braço, o camisa 1 ainda ficou por mais alguns instantes em campo, mas preferiu não arriscar e deixou o gramado para ser substituído por Diego. Depois do jogo, o diagnóstico: Marcos sofreu uma fratura no antebraço esquerdo e desfalcará o Palmeiras por cerca de dois meses.

Substituto do camisa 1, Diego acabou vazado pelo atacante Sérgio Lobo logo em seu primeiro lance no jogo, aos 32min. No entanto, o gol do Juventus acabou anulado após a marcação de impedimento.

O Palmeiras sofreu uma queda de rendimento nos minutos finais do primeiro tempo, mas como o Juventus também não criava muito, conseguiu levar a vantagem para o intervalo. Porém, logo no início do segundo tempo, a equipe da Mooca chegou ao empate. Em cobrança de falta vinda da direita feita por Nil, aos 6min, o zagueiro Gian fez um leve desvio de cabeça, o suficiente para tirar a bola do alcance de Diego.

Com o empate no placar, surgiu a estrela do meia chileno Valdívia, que chamou para si a responsabilidade do jogo. Aos 23min, o camisa 10 fez boa jogada individual e sofreu pênalti de Reginaldo. Na cobrança, Edmundo colocou o Palmeiras novamente na frente: 2 a 1.

Três minutos depois, outro pênalti para o Palmeiras, novamente em jogada individual de Valdívia. Edmundo cobrou de novo e fez o terceiro do time alviverde.

Aos 32min, foi a vez do próprio Valdívia marcar o seu. O meia avançou pelo meio e chutou de fora da área, no canto direito, sem chances para Rafael Fava.

Com a vitória sobre o Juventus, o Palmeiras chegou aos 22 pontos e segue na briga por uma vaga nas semifinais deste Campeonato Paulista. O time da Mooca, por sua vez, permanece com 11 e segue ameaçado pelo rebaixamento.

O Palmeiras volta a campo agora apenas no próximo fim de semana, novamente pelo Campeonato Paulista, contra o Sertãozinho. O confronto será na casa do adversário, no domingo. No mesmo dia, o Juventus irá até o Vale do Paraíba para enfrentar o Guaratinguetá.

 

 

Terra Redação

Deixe seu Comentário

Leia Também

CENAS FORTES
Vídeo flagra mulher sendo agredida por ex-marido com socos e chutes
GUERRA NO RJ II
Parentes de mortos durante chacina em São Gonçalo e Itaboraí dizem que vítimas eram inocentes
GUERRA NO RJ
Chacina deixa pelo menos 7 mortos na Região Metropolitana do Rio
BBB 19
Famosos protestam contra Maycon por agredir animais e mãe o defende: 'Não é um monstro'
MORTE A ESCLARECER
Exército investiga morte de sargento após teste de aptidão física
CASO DE POLÍCIA
Rapaz morre em pátio de motel
MINISTRA DO MS NO GOVERNO BOLSONARO
Ministra Tereza Cristina garante fortalecer cadeia do leite e agricultura familiar
PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação