Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sexta, 16 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Maracanã vai receber 5,6 mil atletas na abertura do Pan

13 Jul 2007 - 14h36

O estádio mais famoso do Brasil vai abrigar 95 mil pessoas na tarde desta sexta-feira (13), no Rio de Janeiro. A platéia, desta vez, não será testemunha dos dribles e gols de jogadores de futebol. O esporte que tornou o Maracanã conhecido em todo o mundo vai ser apenas um dos convidados do evento do dia, a cerimônia de abertura dos Jogos Panamericanos de 2007.

Os números da festa, comandada pela carnavalesca Rosa Magalhães, são altos: 4.500 mil voluntários, treinados por uma equipe de cinco coreógrafos vão desfilar 5.365 fantasias e 155 alegorias. A iluminação será produzida por um jogo de mil luzes, movidas por computador. Haverá ainda 11 mil disparos de fogos de artifício de 127 pontos. Ao todo, serão 2 horas e 40 minutos de show.

A pira oficial, feita de alumínio, tem 6 metros de diâmetro, outros 6 metros de altura e pesa cinco toneladas. Ela será acesa com a tocha dos jogos, que percorreu 50 cidades do Brasil. Para manter a pira acesa durante a festa de abertura, serão queimados 750kg de gás líquido de petróleo, a uma temperatura que varia entre 100 e 400 graus.

O desfile das delegações vai ser aberto pela Argentina, que sediou a primeira edição dos Jogos Panamericanos, em 1951. Depois, segue em ordem alfabética. Os brasileiros encerram a apresentação, com o maratonista Vanderlei Cordeiro, medalha de ouro nas Olimpíadas de Atenas, levando a bandeira do país.

A festa, marcada para as 17h, dará a largada a uma jornada de dezesseis dias, que vai reunir mais de 5.600 atletas, vindos de 42 países das Américas. Todos disputam a vitória ou a melhor marca em 41 modalidades esportivas diferentes, em quadras, pistas, campos e piscinas.

Catorze edições

Esta será a décima quarta edição do Panamericano e a segunda em que o Brasil é o país-sede dos jogos. Em 1963, as competições foram realizadas em São Paulo. Em mais de meio século de história, apenas a Cidade do México e Winnipeg, no Canadá, sediaram o Pan duas vezes.

No quadro de medalhas das treze edições anteriores, os Estados Unidos são líderes absolutos: têm 3.688 medalhas, contra 1.658 de Cuba, 1.439 do Canadá e 840 da Argentina. O Brasil aparece em quinto, com 767 medalhas.

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos