Menu
PASSARELA
segunda, 25 de junho de 2018
SADER_FULL
Busca
DR. SHAPE
Brasil

Maracaju supera Dourados na soja

4 Nov 2004 - 07h54
Maracaju deverá plantar 185 mil hectares com soja este ano. Se a estimativa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) se confirmar, o município deverá mais uma vez ocupar o lugar de maior produtor do cereal em Mato Grosso do Sul. A segunda maior lavoura de soja (165 mil hectares) deverá ser plantada em Dourados. Ponta Porã tem previsão de plantio de 160 mil hectares com a oleaginosa.
É a segunda vez que Dourados perde a condição de maior produtor de soja do Estado. Ano passado, o município plantou a mesma área que Maracaju, mas perdeu na produção. Maracaju colheu mais grãos. Outra região grande produtora se soja é a de São Gabriel do Oeste. Mesmo assim a região de Dourados é responsável pela metade da produção de cereais do Estado.
Mato Grosso do Sul deverá plantar 1,968 milhão de hectares com soja. A estimativa é de colheita de 5,534 milhões de toneladas do grão. Os dados são da Supervisão Estadual de Pesquisas Agropecuárias do IBGE, em reunião na semana passada.
CANA-DE-AÇÚCAR
A cana-de-açúcar aparece como a segunda maior área plantada no MS, com 248.752 hectares. O maior plantio deverá ser em Itaquiraí (112.265 hectares). O plantio também deverá ser elevado em Maracaju (16 mil hectares) e Nova Andradina (15 mil hectares). Para a cana-de-açúcar, a previsão de colheita é de 10,7 milhões de toneladas.
MILHO
O milho também recebe destaque na safra de verão 2004/2005 no Estado. A área total a ser plantada na primeira safra deverá ultrapassar 78 mil hectares, com maior plantio na região norte do Estado. Chapadão do Sul lidera o plantio, com 15 mil hectares, seguido por Costa Rica, com 13 mil. Em Dourados, o plantio de milho 1ª safra deverá ser pequeno, com apenas 2 mil hectares. A colheita total do milho no Estado, em condições normais de produção, será de pouco mais de 75 mil toneladas.
OUTRAS
O levantamento do IBGE aponta que algumas culturas terão plantio pouco significativo no MS. É o caso, por exemplo, do tomate, com apenas 115 hectares, distribuídos em 12 municípios. O sorgo também terá uma área reduzida de plantio, com 160 hectares. 720 hectares serão plantadas com arroz de sequeiro, 43.398 hectares com arroz irrigado, 2.742 hectares com amendoim, 2.162 hectares com café, 1.100 hectares com mandioca e 61.289 hectares com algodão.
DOURADOS
Para Dourados, o levantamento do Corea (Comissão Regional de Estatísticas Agropecuárias) indica plantio de 3 hectares de algodão; amendoim (5 hectares); arroz irrigado (6 mil hectares); arroz sequeiro (6 hectares); tomate (30 hectares) e mandioca (250 hectares). (Com Ana Paula Amaral).
 
 

 

 

Diário MS


Deixe seu Comentário

Leia Também

ENTRETENIMENTO - SAÚDE
Padre Fábio de Melo sofre da síndrome do pânico e fala como administra a doença
NOVELA GLOBAL
'Segundo Sol': Laureta revela para a família de Rosa que ela é prostituta
GOVENO NÃO CUMPRE
Caminhoneiros anunciam nova paralisação, mas trabalhadores de MS não devem participar
RAIVA HUMANA
Morte de turista por raiva humana é confirmada em Ubatuba
NOVELA GLOBAL
Valentim sofre grave acidente de carro
INACEITAVEL
Mãe de jovem morto no Rio: “É um Estado doente que mata criança com roupa de escola”
HAJA CORAÇÃO
Neymar é o autor do gol mais tardio, em tempo normal, de uma Copa na história
COPA DO MUNDO
No sufoco, Brasil supera a Costa Rica e consegue primeira vitória na Copa do Mundo
NOVELA GLOBAL
Segundo Sol: Rosa coloca fim em relação com Ícaro e ele toma atitude
SAUDE
Mulher dá a luz em calçada no Cajuru