Menu
SADER_FULL
segunda, 27 de maio de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Mão-de-obra representa 30,4% do custo de produção da pecuária

18 Jun 2007 - 14h25

A mão-de-obra representa atualmente 30,4% do custo de produção da pecuária, segundo estudo feito em dez estados: Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo e Tocantins, pela Confederação Nacional de Agricultura e Pecuária (CNA) e Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Universidade de São Paulo (USP).

Segundo a pesquisa, a mão-de-obra na produção de gado teve aumento de 90% nos últimos quatro anos, enquanto o preço da arroba, no mesmo período, teve queda de 7,2%. O trabalhador na pecuária representou, somente em abril, 30,4% dos custos totais para o produtor. O custo da mão-de-obra nas propriedades do Mato Grosso e Mato Grosso do Sul pode variar entre US$ 40 e US$ 16 por cada 100 quilos de carne vendidos.

Segundo a assessora de Economia da Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul), desde 2003, o reajuste no Estado acumulou 58,33% e a arroba sofreu retração de 0,18%.

Para o presidente da Famasul, Ademar Silva Junior, a situação é preocupante, já que o setor adota o salário mínimo rural (hoje em R$ 385), que ainda está acima do novo salário mínimo urbano, reajustado em 8,57%.

“Na próxima semana, acontece a convenção coletiva de trabalho que irá reajustar o salário mínimo rural. Há uma diferença muito grande do trabalhador da cidade e do campo, já que o rural tem benefícios como moradia e isenção de luz e água por exemplo, e mesmo assim, os salários maiores, muitas vezes, estão no campo. O problema na pecuária, é que o produtor não consegue repassar esse custo no produto, baixando sua rentabilidade”, explica Ademar.

Além do custo de mão-de-obra, o aumento de 4,3% no ultimo mês nos adubos e fertilizantes, provocado pela alta do dólar e a demanda de grãos no mercado internacional, também impactou nos custos totais da pecuária. De acordo com a pesquisa, outro fator que impulsionou a alta nos fertilizantes foi o encarecimento do gás natural, utilizado no processo de fabricação.

Com informações da CNA e Famasul.

 

 

TV Morena

Deixe seu Comentário

Leia Também

BONITO - MS - VISITA ILUSTRE
Em Bonito (MS), Miss Brasil Júlia Horta destaca 'A energia daqui é inexplicável'
COISA DE DOIDO
Sucuri ataca bombeiro durante resgate em SP; assista!
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Governo dobra vagas de concurso da PF e convocações saem no fim do ano
FEMINICIDIO
Mulher é morta com 75 facadas pelo ex-marido após 25 anos de casamento
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
'Peguei meu filho e achei que estivesse morto', diz mãe de criança dopada em creche
FÁTIMA DO SUL - O BOTICÁRIO
Confira o que tá na promoção que vai até este sábado no O Boticário em Fátima do Sul
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Visite Bonito (MS) na baixa temporada, saiba o porquê!
FÁTIMA DO SUL - TRATAMENTO COACH
De Nova Andradina, Vanessa recupera autoestima com tratamento 'Coach' Célia Tenório de Fátima do Sul
CASA BOCA SUJA
morador instala placas com palavrões nos muros de casa
MACABRO
Mulher é encontrada morta ao lado de uma oferenda