Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quarta, 12 de dezembro de 2018
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Mandioca será exclusividade em Ivinhema

29 Jun 2004 - 16h47
Tradicionalmente a cultura da mandioca oferece inúmeras  oportunidades de negócios em Mato Grosso do Sul. Além  de ser ampla e significativa para os agricultores a sua maior concentração está localizada na parte leste do  Estado. Eis um dos motivos pelo qual Ivinhema foi  escolhida para sediar a edição do MS faz Tecnologia  dedicada a mandioca. 
Quem promove o evento é o Sebrae/MS em parceria com o  Sindicato Rural, prefeitura do município e a Câmara  Setorial da Mandioca. O evento vai acontecer nesta quinta e sexta-feira, dias 1º e 2 de julho, no Parque de Exposições Lídia Calabreta Massi.
Durante os dois dias, produtores, empresários, representantes do Governo do Estado, e dos municípios da região terão um panorama de toda a cadeia produtiva  e informações de novas tecnologias de cultivo e industrialização da raiz e de seus derivados. Estão programadas 17 palestras técnicas, reunião da Câmara Setorial da Mandioca e atividades de campo.
 
 

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Aranha descobre marca de pata de gato de Gabriel, tira foto e conta aos guardiã
SUSTO
Celular pega fogo no bolso da calça e deixa homem com queimaduras na perna e mãos
PROCURADO
Com prisão decretada desde setembro, Dado Dolabella é considerado foragido da Justiça
DICAS DE MARKETING
5 dicas de marketing para um negócio de dropshipping
CRIME HEDIONDO
Câmera flagra ataque de suspeito de estuprar garota de 14 anos em SP; vídeo
TERROR
Ataque dentro da Catedral deixa ao menos cinco mortos em Campinas
REVIDE
Passageiro atropelado por motorista de aplicativo após vomitar em carro está em coma
A SERVIÇO DE DEUS
Angela Bismarchi festeja diploma para ser pastora: ‘Eu era pecadora e não sabia’
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Luz dá caixa com terra de cova de Gabriel para Valentina
INTOCÁVEL
PF pediu prisão domiciliar de Aécio, Cristiane Brasil e Paulinho da Força, mas PGR e STF não concede