Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
AGRICULTURA

Mandioca e derivados têm maior média semestral desde 2004

4 Ago 2010 - 06h50Por Cepea

Os preços da raiz e da fécula de mandioca no primeiro semestre foram os maiores (para o período) dos últimos seis anos, segundo pesquisas do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada, da Esalq/USP. A valorização foi motivada pela combinação de menor disponibilidade de matéria-prima (raiz) com ligeiro crescimento da demanda por fécula, impulsionada, por sua vez, pelo dinamismo da economia.

No início do ano, a baixa oferta de raiz aliada à perspectiva de redução ainda mais acentuada e a estoques limitados de fécula na indústria levaram consumidores desse produto a intensificar as compras, explicam pesquisadores do Cepea. Com isso, em março o valor médio da tonelada de fécula atingiu R$ 1.563,81, o maior para o mês de março desde 2004 (R$ 2.512,01/t – valor deflacionado). Quanto à raiz, a média em março/10 foi de R$ R$ 255,06/t, a segunda maior para este mês da série do Cepea iniciada em 2002 – só não superou a média de março de 2004 (R$ 417,10/t - deflacionado).

Após aquele período, já em início de safra, o processamento de mandioca se intensificou, havendo inclusive o processamento de raízes que normalmente estariam disponíveis só no final do ano. Apesar disso, as negociações de fécula seguiram com baixa liquidez, requerendo mesmo que vendedores diminuíssem suas margens de comercialização.

Em junho, o Cepea apurou que houve forte aumento da produção de fécula de mandioca. O total produzido no acumulado do mês superou o de igual período de 2009. Entre maio e junho, o estoque da indústria de fécula teve crescimento de 35,4%. Mesmo com maior oferta, os preços seguiram em alta, acompanhando a valorização da matéria-prima. Além disso, acreditando que a melhora do cenário macroeconômico reflita sobre o mercado de amidos, parte das empresas consumidoras passou a formar estoques de fécula de mandioca.

No acumulado do semestre, a produção de fécula de mandioca superou a de igual período de 2009, mas ficou abaixo do produzido na primeira metade de 2008. É preciso observar que, segundo dados da Secretaria de Agricultura do Paraná (Seab), referente ao final de julho, 53% da mandioca paranaense já havia sido comercializada, podendo haver menor disponibilidade neste segundo semestre e, conseqüentemente, menor produção. Pesquisadores do Cepea acrescentam ainda que as produtividades agrícola e industrial têm sido menores que nos anos anteriores, o que também impactará negativamente a produção do ano.

Em julho, a oferta de raiz teve apenas ligeiro aumento sobre junho, frustrando os que esperavam comportamento sazonal típico de elevação acentuada do volume colhido. O preço médio da raiz foi de R$ 234,09/t, queda de 5% sobre junho. Quanto à fécula, a produção diminuiu 28,6% sobre a do mês anterior em função da queda de produtividade industrial da raiz. Apesar disso, compradores estiveram retraídos e a média deste derivado diminuiu 6,9%, indo para R$ 1.393,76/t.

O atual patamar de preços, explicam pesquisadores, tem motivado aumento na área a ser cultivada na safra 2010/11, mas esse avanço poderá ser limitado pela menor disponibilidade de áreas para arrendamentos e também de manivas (ramas para plantio) de qualidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso