Menu
CÂMARA BONITO SETEMBRO
domingo, 22 de setembro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Mais 5 bolivianos são presos com cocaína no estômago

13 Ago 2004 - 16h05
 

A Polícia Federal prendeu cinco bolivianos, sendo três mulheres e dois homens na noite de ontem no Aeroporto Internacional de Campo Grande. Cada um teria ingerido cerca de 70 cápsulas de cocaína.

Os acusados seguiam destino Madri, capital da Espanha, e, conforme a PF, na manhã de quinta-feira a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu  outros seis bolivianos também com drogas no estômago, no Posto de Terenos. Os presos estavam com passagens rodoviárias que fazia linha Campo Grande/ São Paulo, todas emitidas pela mesma agência.

Como um deles estava portando um visto para Madri, a PF ficou em alerta no aeroporto, momento em que efetuou a detenção do grupo que para a PF tem ligação com os demais já detidos. Eles foram encaminhados ao HR (Hospital Regional Rosa Pedrossian) e Santa Casa para que o entorpecente seja expelido. Posteriormente, serão levados à sede da Polícia Federal, onde serão autuados em flagrante por tráfico internacional de drogas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VAMOS ORAR - COMPARTILHE
Familia pede orações para jovem que sofreu grave acidente de moto
DOENÇA DO SÉCULO
Irmãos planejam a própria morte em mensagens de celular
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Homem invade escola de ballet e morde criança de seis anos, no rosto e no peito
BARBÁRIE
Filho de empresário é acusado de encomendar a morte do pai. Crime chocou cidade.
REVOLTANTE
Policial atira em motociclista que não quis parar e mata menina de 8 anos
ACIDENTE GRAVE
Acidente com van escolar deixa dez crianças feridasí; duas estão em estado grave
NOVELA GLOBAL
Em 'A dona do pedaço', Rock é dopado, perde luta e Paixão é anunciado campeão
TRAGÉDIA NA CIDADE
Assassinato de 3 pessoas e um suicídio assusta moradores de cidade
MORTE TRAGICA
Mulher morre após ter 98% do corpo queimado ao acender churrasqueira
CRIME DESVENDADO
Autor do Crime da Mala é identificado 11 anos depois por exame de DNA