Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CONTAINER
Brasil

Luxemburgo põe Santos no limite contra o Fluminense

17 Jul 2004 - 08h52
Nem mesmo o fato de o Santos ser o líder do Brasileiro e vir de sete vitórias consecutivas na competição fazem o técnico Vanderlei Luxemburgo relaxar. Para ele, a equipe tem que vencer o Fluminense de qualquer maneira neste sábado, às 18h, no Maracanã para se manter na ponta da tabela.

"Quem quer conquistar o título brasileiro não pode considerar um empate fora de casa um bom resultado. Nós temos que lutar pela vitória e manter sempre um aproveitamento de 70%", disse.

Mas só a vitória não satisfaz Luxemburgo. Ele quer que o time tenha uma atuação ainda melhor do que nos sete jogos anteriores, que o Santos também venceu.

"O Santos não pode ficar satisfeito apenas em ser o primeiro colocado. Nós ainda temos que evoluir muito, até o último jogo. O campeonato é de pontos corridos e, se não evoluirmos, o bicho pega", declarou.

Apesar de estar obcecado pela vitória, Luxemburgo considera o Fluminense um adversário difícilimo, mesmo atuando desfalcado. A equipe carioca não poderá contar com o atacante Romário, com o meia Ramon e o zagueiro Rodolfo, todos contundidos.

"Jogar no Maracanã contra uma equipe carioca é sempre muito difícil. Embora atue desfalcado, o Fluminense tem jogadores jovens que vão querer mostrar serviço."

Quando Luxemburgo assumiu, o Santos era o 20º colocado no Brasileiro. Dez jogos depois, é o líder. Mesmo assim, o treinador fez questão de salientar que os méritos são de todo o grupo e não só dele. "Um grupo vencedor não se escreve na primeira pessoa do singular", declarou.

O técnico santista ainda não definiu a equipe. Ainda se recuperando de uma entorse no tornozelo esquerdo, o lateral-esquerdo Léo é dúvida.

Nesta sexta, durante o último treino da equipe, na Gávea (sede do Flamengo, na zona sul do Rio), ele deu voltas em torno do campo, mas não participou de um bate-bola com o grupo. Léo disse estar pessimista com seu aproveitamento na partida.

Caso não possa atuar, ele será substituído pelo lateral-direito Flávio, com Paulo César sendo deslocado para a lateral-esquerda. Com isso, a defesa seria formada por três ex-jogadores do Fluminense (o zagueiro André Luís também atuou pela equipe carioca). "É uma coincidência boa", afirmou Paulo César.

Assim como Luxemburgo, Robinho afirmou que os desfalques do Fluminense não facilitarão a vida do Santos. Ele disse que a equipe carioca "leva uma certa vantagem" porque o técnico do adversário, Ricardo Gomes, conhece o futebol de alguns jogadores santistas.

FLUMINENSE
Fernando Henrique, Leonardo Moura, Antônio Carlos, Odvan e Júnior César; Marcão, Diego, Maicon e Roger; Marcelo e Alex (Esquerdinha)
Técnico: Ricardo Gomes

SANTOS
Tápia, Paulo César, Ávalos, André Luís e Léo (Flávio); Bóvio, Preto Casagrande, Ricardinho e Elano; Robinho e Deivid
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

Local: estádio do Maracanã, no Rio
Horário: às 18h
Juiz: Leonardo Gaciba da Silva (RS)
 
 
Folha Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'