SUCURI_MEGA
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
16 de Novembro de 2004 08h43

Lula não será imbatível em 2006, diz FHC

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso considera precipitadas as previsões feitas por alguns analistas de que a reeleição do presidente Luiz Inácio da Silva em 2006 está praticamente garantida. "Não há ninguém imbatível na vida, isso e conversa", disse FHC ao ser questionado sobre o tema por jornalistas após participar do seminário "Nações Unidas e a Sociedade Civil" na universidade britânica London School of Economics. "Vamos ver como ele (Lula) está daqui a dois anos."

Ele observou que Lula é uma pessoa que tem características positivas, além de ser um líder popular. "Mas também se achava que como a presença dele em São Paulo foi muito forte, a candidata dele ganharia a eleição, mas ela perdeu", afirmou.

Segundo FHC, ainda falta muito tempo ate 2006 para se avaliar a chance de reeleição de Lula. "Vai depender muito ainda do empenho do governo nas áreas sociais, na administração do País, há muitos fatores", disse. "Mas certamente Lula tem chances."

Ao ser questionado sobre a possibilidade de se candidatar a presidência em 2006, FHC disse que o PSDB tem muitos nomes. Ele destacou o do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin." O PSDB tem nomes em quantidade, razão pela qual não é preciso falar no meu", disse, sorrindo. "Certamente um deles é o do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, ainda mais porque nós tivemos uma votação muito expressiva não apenas na cidade de São Paulo, mas também no Estado de São Paulo."

FHC ressaltou, no entanto, que o nome de Alckmin não é o único. "O governador de Minas Gerais é um nome, o Tasso Jereissati é outro, o governador de Goiás pode ter alguma aspiração", disse.

O ex-presidente criticou a performance de seu sucessor. Segundo ele, na parte econômica o governo tem mostrado uma grande responsabilidade . "Ele exorcizou os fantasmas que tinha sido criados pelo próprio PT nos últimos vinte anos e isso é positivo", disse. Segundo ele, no entanto, o desempenho do governo na área social é decepcionante. "Estou fora do Brasil nesses últimos quarenta dias e não sei se houve milagre, mas se ele não ocorreu a parte social me decepcionou", disse. "Como sou amigo dele (Lula), eu sempre esperei que ele desse mais."

Segundo o ex-presidente, não "há inovação nem programas novos" na política do atual governo para a área social. "Depois de tantas críticas, pensei que ele viesse com uma série de programas diferentes e novos, disse. "Quando você olha o gasto social, percebe que foi bastante modesto." Cardoso também criticou a parte "gerencial" do governo Lula. "Parece que houve uma espécie de politização da máquina publica, não só com o partido do governo, mas também com os partidos aliados", disse. "Houve a criação de muitos cargos de confiança, mais de quarenta mil cargos de confiança." Segundo ele, "isso tudo não é bom do ponto de vista do republicanismo", pois "é preciso fortalecer "gente com carreira, gente profissional" dentro do governo.

FHC disse que o resultados das eleições municipais foram muito claros, pois "mostram uma diversidade das forcas políticas atuantes" no País. "O resultado foi muito diversificado, o que entendo como positivo", disse . "Seria um processo mais preocupante se houvesse um partido dominante " Segundo ele, os resultados mostram vários partidos políticos competitivos. "E o PSDB é um partido forte, ganhou muito nas áreas mais industrializadas, mais urbanizadas do Brasil", disse. "O PT também."

FHC elogiou a decisão do governo brasileiro de reconhecer a China como uma economia de mercado. "É uma decisão de bom senso, disse. "O Brasil reconheceu a realidade, a China é hoje uma economia de mercado."

Ele disse que não vê "inconveniente" na decisão judicial que determinou a abertura dos arquivos militares do Brasil. "Quando estava na Presidência eu conversei com o ministro do Exército e ele me garantiu que não tem nada que seja comprometedor, que pode abrir.", disse Cardoso. "Não é que não exista documentação, mas é que dificilmente ela está nos arquivos."

 

Estadão

Comentários
Veja Também
FÁBRICA_CALÇADOS
MBO_SEGURANÇA_300
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
REINO_MATRÍCULAS_2017
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.