Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Lula e Morales recebem neste mês título de doutor honoris

2 Jul 2010 - 17h26Por Agência Brasil

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da Bolívia, Evo Morales, receberão o título de doutor honoris causa da Universidade Nacional de San Juan, da Argentina, no final deste mês. O prêmio é a honraria mais elevada da instituição. Lula foi escolhido por estar, no final do segundo mandato, mantendo “a imagem positiva” e o “apoio popular”. E Morales será homenageado porque, mesmo ao contrariar interesses de setores específicos, mantém a defesa das reivindicações e necessidades dos povos indígenas bolivianos.

“A militância e as convicções pessoais dos dois líderes têm criado um ambiente favorável na luta contra as políticas neoliberais a partir de um quadro democrático e participativo para recuperar o Estado e a política institucional e simbólica”, disse em nota a universidade.

Outra justificativa é a liderança que os dois líderes exercem em seus países. “Ambos são líderes de ampla trajetória nos governos de seus países. Lula conquistou o acesso ao segundo mandato com legitimidade. Ele chega ao final do mandato com o crescimento constante da imagem positiva e o apoio do seu povo”.

Ao mencionar Morales, a universidade afirmou que “apesar da forte resistência de grupos tradicionais de poder no país, ele ganhou acesso a um segundo mandato para reforçar o compromisso e o seu trabalho em prol das reivindicações históricas dos povos indígenas.”

A escolha de Lula e Morales foi do Conselho Supremo da Universidade Nacional de San Juan. O colegiado também concederá o título ao filósofo e historiador argentino Ernesto Laclau, que atualmente vive na Inglaterra. A iniciativa de conceder o título honoris causa foi do reitor Benjamin Kuchen, no caso dos presidentes, e da Faculdade de Ciências Humanas e Artes, no caso de Laclau.

Na mesma reunião em que foi aprovada a concessão do título a Lula, Morales e Laclau, a universidade aprovou o projeto de resolução para indicar ao Prêmio Nobel da Paz a Associação das Avós Praça de Maio. O símbolo dessas mulheres é um lenço ou fralda branca na cabeça. A associação começou como um movimento inicialmente batizado de Mães da Praça de Maio, organizado por mulheres que tiveram os filhos desaparecidos durante a ditadura argentina, de 1976 a 1983. Até hoje, as mulheres se reúnem na Praça de Maio, que fica em frente à Casa Rosada, sede do governo argentino.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'
LARANJADA
Deputados do PSOL distribuem laranjas na chegada de Bolsonaro à Câmara