Menu
SADER_FULL
terça, 19 de junho de 2018
PASSARELA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Lula diz que país não enfrentará racionamento de energia

20 Dez 2004 - 17h55
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva garantiu hoje, durante o lançamento do Fundo Brasil Energia, que o Brasil não enfrentará mais problemas de racionamento de energia, como ocorreu em 2001. Segundo o presidente, o governo federal vem há dois anos trabalhando para consolidar o sistema energético e garantir investimentos em infra-estrutura que acompanhem o crescimento do país. "Vivemos um momento oposto ao apagão de 2001. Temos um horizonte amplo e bom vento que sopra na direção do futuro. A ministra Dilma dedicou dois anos a construir as bases para que o Brasil nunca mais tivesse apagão, para construir as bases de modelo energético do Brasil com clareza nos contratos", enfatizou Lula.

O presidente também comemorou os avanços no marco regulatório do setor energético e ressaltou que os investidores podem agora ficar tranqüilos quando assumem novos empreendimentos no setor. "O risco para o investidor será igual a zero", disse o presidente. Na avaliação de Lula, "voltou a ser um bom negócio" investir em infra-estrutura e no desenvolvimento a longo prazo em todo o país - especialmente após a aprovação, pelo Congresso Nacional, das Parcerias Público-Privadas. "Esperamos quer elas sejam aprovadas esta semana, ou no mais tardar, na semana que vem".

O Fundo Brasil Energia prevê o investimento inicial de R$ 740 milhões para que, até dezembro de 2006, o Brasil ganhe 3.300 MW de fontes alternativas de energia elétrica. O Fundo irá gerar a chamada "energia limpa", proveniente de fontes alternativas como a biomassa, energie eólica e pequenas centrais hidrelétricas. "O Fundo que lançamos representa suporte adicional bem-vindo e animador. O Fundo nasce com capital de R$ 740 milhões, mas com autorização para atingir R$ 1,2 bilhão em pouco tempo", disse o presidente.

O Fundo vai receber recursos de seis fundos de pensão, medida que foi comemorada pelo presidente. Segundo Lula, os fundos deveriam seguir o exemplo do setor energético e investir também na construção de casas populares. "Há de chegar o dia em que os fundos vão financiar outros setores", ressaltou Lula.
 
 
Agência Câmara

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS - ITALÍNEA MÓVEIS PLANEJADOS
Em Dourados, Italínea Móveis Planejados dá dicas para deixar sua casa pronta para o inverno
APOCALIPSE
Ricardo (Sérgio Marone) autoriza que um navio de fugitivos seja bombardeado
LUTO NA TV
Morre o ator Fábio Tomasini, de 'Belíssima'
MONSTRO
Padrasto é preso por espancar e causar a morte de enteada de 3 anos
APELO PELA SAÚDE
MC Pikachu, internado com hidrocefalia, faz apelo: 'Rezem muito por mim'
FÁTIMA DO SUL - NA NOSSA LOJA
FÁTIMA DO SUL: Chegaram a nova coleção inverno 2018 na Nossa Loja, venha conferir as lindas blusas
Brasil X Argentina
Moradores pintam rua de azul e branco no Piauí e vão torcer para Argentina na Copa
NOVELA GLOBAL
Hoje em Segundo Sol: Beto pode desistir de Luzia
APOCALIPSE
Estela (Lisandra Souto) esfaqueia a própria filha, Talita (Laís Pinho), e provoca a morte dela.
FÁTIMA DO SUL - A COPA CHEGOU NO O BOTICÁRIO
Seleção O Boticário - itens indispensáveis para jogar bonito em Fátima do Sul