Menu
LIMIT ACADEMIA
sexta, 19 de outubro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Lula diz no rádio que crescimento já foi conquistado

27 Jul 2004 - 15h28
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse hoje em seu programa radiofônico quinzenal que depois de dez anos de espera, foi feita "justiça àquilo que os aposentados brasileiros esperavam do governo". Em referência à assinatura, na sexta-feira (23) da medida provisória que prevê a correção de mais de 1,8 milhão de aposentadoroas, Lula respondeu ao jornalista Luiz Farah Monteiro que "não poderíamos pagar de uma vez, porque eram R$ 12,3 bilhões, e fizemos um acordo para parcelar a dívida passada, com o compromisso de que vamos pagar no salário mensal, daqui para a frente, o reajuste a que os trabalhadores tiveram direito. Isso vai dar em alguns casos até 39% para alguns aposentados".

Sobre a queda no nível de desemprego apurada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) na semana passada, o presidente lembrou que "do dia 1º de janeiro ao dia 1º de julho, nós tivemos um saldo positivo de novas admissões de 1 milhão e 34 mil trabalhadores de carteira profissional assinada". E acrescentou: "Isso não conta empregada domestica, isso não conta funcionalismo público, só conta aqueles que são contratados pela CLT e também não conta o crescimento que está acontecendo na economia informal."

Na opinião do presidente, o aumento na oferta de empregos e também na renda dos trabalhadores faz crescer o consumo e, conseqüentemente, a produção industrial. "Nós já conquistamos o crescimento no ano de 2004. E isso não foi à toa, não, isso é com muito dinheiro para investimento, com muito dinheiro para agricultura familiar através do Pronaf, ou seja, nós que crescemos 83% na safra 2003-2004, agora colocamos R$ 7 bilhões à disposição dos pequenos agricultores e se precisar de mais, vai ter mais, porque eu disse para eles que não faltará dinheiro, é só procurar para fazer contrato, que nós vamos fazer o contrato e estamos trabalhando de forma, eu diria, muito eficaz para facilitar a organização de cooperativas de produção e de crédito no Brasil", disse Lula.

O presidente afirmou ainda que a meta é "garantir ao povo brasileiro que a economia vai crescer de forma sólida, sustentável e, se Deus quiser, e se depender do meu esforço pessoal nós vamos crescer durante muitos anos seguidos. Nós vamos crescer por que o Brasil precisa disto".

E concluiu: "Nós não temos que parar e ficar achando que já está tudo resolvido, não, nós temos que trabalhar mais, com mais seriedade, passar mais otimismo, convocar os empresários brasileiros a contribuírem mais, a fazerem mais investimentos; a pedir para os trabalhadores brasileiros mais fé, ser mais otimista, porque é assim que a gente constrói uma nação. Com otimismo, com força, com fé, com garra. Como eu confio no Brasil e como eu acredito que este país precisa recuperar o tempo perdido, o tempo em que a elite brasileira, os governantes brasileiros se achavam inferiores ao mundo desenvolvido, nós agora temos que nos recuperar e mostrar que o Brasil não deve nada a ninguém. Esse país é muito grande, tem uma classe trabalhadora excepcional, eu só tenho que acreditar que o Brasil encontrou o seu caminho, que o Brasil precisa só dar uma chance a si mesmo e nós estamos dando. Portanto, não tem volta, não tem lugar para pessimismo, não tem lugar para choramingar. Nós temos que acreditar que através do nosso trabalho, nossa força, este país vai crescer de forma definitiva, vai distribuir renda e fazer com que a vida das pessoas melhore."


Agência Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

RETA FINAL
'Segundo sol': Antes de ir para a cadeia, Luzia pede: 'Continuem procurando por Remy! Ele está vivo!
CASO LETICIA
Adolescente morta a facadas contou a amigos que pai estuprou a tia na sua frente:'Tinha quatro anos'
MOTIVO FUTIL
Camera ajuda na indentificação de Homem que confessa ter matado mulher após falhar na "Hora H"
A CASA CAIU
Rapaz é agredido pelas sete namoradas que descobriram traição
SEGUNDO SOL
Beto confronta Karola: 'Você roubou a vida de outra mulher'
DEFICITÁRIAS
Correios fecham 02 agências no MS e 39 no país
VICENTINA - LEILÃO ELETRÔNICO
Justiça realizará leilão eletrônico de imóveis urbanos e trator de VICENTINA
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Conclusão do Comperj deve gerar 8 mil vagas em 2019
LUTO NO JORNALISMO
Morre Gil Gomes, jornalista policial, aos 78 anos, em São Paulo
SELEÇÃO BRASILEIRA
Brasil vence a Argentina com gol de Miranda nos acréscimos e conquista o Superclássico