Menu
LIMIT ACADEMIA
quarta, 14 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Lula decide demitir Ministro da Defesa e presidente da Infraero

20 Jul 2007 - 10h45

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva já decidiu demitir o ministro da Defesa, Waldir Pires, e o presidente da Infraero, José Carlos Pereira, conforme a edição desta sexta-feira do jornal Folha de São Paulo.

A demissão de ambos foi defendida nesta semana com veemência pela senador Valter Pereira (PMDB-MS), bem como pelos deputados federais Nelson Trad e Waldemir Moka, ambos do PMDB.

De acordo com o jornal paulista, a decisão foi tomada logo depois do acidente com o Airbus da TAM, na última terça-feira, e as demissões devem acontecer até a próxima semana. O presidente teria dito que a situação dos dois se tornou "insustentável".

Desde a queda do Boeing da Gol, em setembro do ano passado, tem-se cogitado a demissão do ministro. Waldir Pires tem 80 anos e está no cargo desde abril de 2006, antes o vice-presidente José Alencar comandava a pasta – a volta dele não está descartada.

Segundo a Folha, a avaliação do Palácio do Planalto é que Pires não tem culpa no caso do acidente da TAM, mas que sua incapacidade de encontrar soluções para a crise aérea que vem se arrastando há 10 meses é patente. Já o brigadeiro José Carlos Pereira chegou a dizer ontem que estava pronto para deixar o cargo.

Chamado às pressas pela ministra chefe da Casa Civil para uma reunião no Planalto, ele afirmou se sentir injustiçado e disse que o acidente com o Airbus da TAM não foi causado por problemas na pista de pouso.

Reunião e pronunciamento – Nesta sexta-feira está prevista uma reunião do Conac (Conselho de Aviação Civil), órgão de assessoramento do presidente da República para a formulação da Política de Aviação Civil, encontro convocado por Waldir Pires.

Em seguida, o presidente Lula fará um pronunciamento em cadeia nacional de rádio e televisão. Ele deve prestar condolências às vitimas da tragédia, que matou pelo menos 211 pessoas, e anunciar as novas políticas do governo para o setor aéreo.

Entre as mudanças que o presidente anunciará estão a redução do número de vôos e restrições ao uso do aeroporto de Congonhas. Lula também pretende reforçar os poderes do Conac, transformando-o em um "ministério da crise".

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto
TRAGEDIA
Ex-prefeito é morto pelo pai após ser confundido com assaltante
ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos