Menu
SADER_FULL
quarta, 20 de março de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Londres quer ser senador ou governador do Estado

6 Out 2004 - 10h09

Ao sair da reunião feita a portas fechadas com o governador Zeca do PT e o secretário de coordenação geral de governo, Raufi Marques, o presidente da Assembléia Legislativa e vice-presidente regional do PL, Londres Machado, acompanhado da esposa Ilda Machado, prefeita eleita em Fátima do Sul, disse que tem como projeto pessoal ser candidato ao governo ou ao senado nas próximas eleições.

Levando-se em consideração a força do PL eo PDT que juntos fizeram 30 prefeituras nessas eleições, Londres disse que esse fato significa um peso importante na decisão do próximo pleito. Na avaliação de Londres, PT, PDT e PL têm que estudar uma forma de adequar os interesses de cada um. “Se o PT ouvir o recado das urnas vai abrir as composições”, declarou referindo-se às últimas eleições em 2002 em que o PT lançou chapa pura para governo e senado.

Ao lançar mão do projeto pessoal ao governo ou ao senado, Londres sabe que poderá ter pela frente concorrentes como o próprio governador Zeca, na disputa pelo senado, e do senador Delcídio do Amaral (PT), que poderá disputar o cargo de governador do Estado.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSÉDIO SEXUAL
Homem é morto a tiros após assediar mulher casada
FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo