Menu
prefeitura VICENTINA Março 2019
terça, 19 de março de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Londres confirma João Paulo na Saúde e Dirceu na Juventude

25 Out 2004 - 17h41

O vice-presidente do PL, deputado estadual Londres Machado, confirmou agora há pouco, durante coletiva no gabinete da presidência da Assembléia Legislativa, o nome de João Paulo Esteves na Secretaria Estadual de Saúde e anunciou o nome do prefeito de Amambai, Dirceu Lanzarini, presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), como o novo secretário estadual de Juventude, Esporte e Lazer.

Conforme Londres Machado, os nomes dos dois já foi informado ao governador Zeca do PT que aprovou sem ressalvas as indicações feitas pelo PL para o secretariado. “O Dirceu é um dos bons nomes que o PL tem e, além disso, é um bom administrador”, destacou o presidente da Assembléia Legislativa.

O deputado estadual Antônio Carlos Arroyo, apontado como o único contrário à continuidade de João Paulo na Saúde, disse que as indicações foram consenso. Indagado sobre o fato de a resistência dele com relação ao nome do secretário estadual de Saúde seria por ele ter sido indicado por Zeca, o parlamentar declarou que “agora é indicação nossa”.

 

 

Mídia Max News

Deixe seu Comentário

Leia Também

FATALIDADE
Mulher morre ao cair de pé de abacate e bater cabeça na linha do trem
MANIACO SEXUAL
Pai flagra estupro da filha dentro de casa usando o celular, suspeito foi preso
FAMOSIDADES
Quem era Bettina antes do R$ 1 Milhão: Ela foi professora de balé, modelo e panfleteira
MENTOR DO MASSACRE
Polícia de Suzano apreende menor suspeito de planejar ataque
INTERNADO
Criança de 4 anos cai em poço de cinco metros de profundidade
RESGATADO
Cão abandonado em ilha estava sendo comido vivo por urubus
SEXTUPLOS
Americana dá à luz seis bebês em nove minutos
TRAGÉDIA EVITADA
Garoto de 11 anos leva faca na mochila para matar colega no ônibus escolar
ALERTA AOS PAIS
Menino de quatro anos corta os pulsos em Goioerê e pode ser influência da Momo
FAKE NEWS
Padre Fábio de Melo desmente texto atribuído a ele sobre o ataque em Suzano