Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 19 de janeiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Livro sobre coronel Adib Massad será lançado em Dourados

28 Ago 2007 - 14h21
 

A Câmara Municipal de Dourados vai sediar, nesta quarta-feira, a partir das 19h30, a noite de autógrafos do livro que conta a trajetória do coronel Adib Massad, um dos mais atuantes policiais de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, virou livro. O escritor Guimarães Rocha explica que a obra fala sobre os bastidores da Segurança Pública e traz "causos" divertidos com o Coronel Adib como figura central.

O livro já foi lançado na Casa da Indústria de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, reunindo mais de mil pessoas na noite de autógrafos, mas o próprio Adib fez questão de promover o lançamento em Dourados, cidade onde ele comandou o Departamento de Operações da Fronteira (DOF), foi vereador goza do mais alto prestígio entre a sociedade. O poeta escritor Guimarães Rocha, membro da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras, fala com carinho de mais esta obra literária. "É em substancioso livro, fruto de extenso trabalho literário, pesquisa e depoimentos impressionantes sobre uma lenda viva da Segurança Pública em Mato Grosso do Sul", explica.

Coronel Adib: A História é o décimo nono livro publicado por Guimarães Rocha. "Adib Massad é homem de exterioridade circunspecta e interioridade sã, ilibada, lúcida", explica o autor. "Quando dizemos: Adib é homem de caráter, fazemo-lo com o olhar e o dizer de quem olha e diz o percebido na aura simples da pessoa; se não tem malícia contumaz, também não é ingênuo", conclui o autor. Guimarães Rocha não esconde a admiração pelo colega.

"Adib conhece a maldade e sabe combatê-la, sem ser mau. Não poderia ser diferente. A bondade ingênua é ineficaz. A simplicidade sem inteligência não tem poder de comando, nem voz, nem vez. Estando isso entendido, anunciamos, Adib é bom, simples, mas inteligente e implacável contra os astutos ruins; um atuante que desarticula o crime e um guerreiro contra os escarninhos e militantes da sombra", enfatiza.

Segundo ele, Adib não temeu e não teme o sacrifício pessoal. "Talvez daí o medo a tomar conta de covardes que sofreram a sua ação corretiva – jamais abusiva. O agente estribado na rocha do dever policial e na fibra não desgastada pelo vício apresenta e projeta uma luz horripilante aos ratos do esgoto malsão", salienta.

"Difícil tarefa é narrar o caráter, pois quando existe só pode ser comprovado pelas conseqüências dos atos de uma vida inteira. Não basta um olhar. Tem que ser o conviver, o demorado sentir. Temos aqui o senso necessário e a didática sutil para confirmar e informar sobre a lisura e lealdade serenas de um ser humano despreocupado com as pompas e atento aos valores da alma: coronel Adib Massad", finaliza Guimarães Rocha.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares