TASS_MOTORS
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Dezembro de 2017
RIO_DOURADOS
29 de Dezembro de 2004 06h54

Lingüiça mantém tradição artesanal

Há quase cem anos, quando chegavam ao pequeno povoado de Maracaju os seus primeiros habitantes e a alimentação consistia basicamente em feijão, arroz, milho e carne seca, a pecuária na região já recebia estímulo para se lançar como atividade econômica e a tecnologia não dispunha de recursos para armazenar alimentos perecíveis, moradores buscavam uma forma de armazenar carne bovina.
Naquela época e até há em pouco tempo, com a falta de energia elétrica, a carne bovina, suína e de frango capira, abatidos em larga escala, geralmente em um “dia de campo”, reunindo várias famílias, eram acondicionados em latas de banha de porco, que garantia sua conservação sem necessidade de exposição ao ar livre e com mantas de sal, como se faz até hoje com o charque.
Para compensar a monotonia das matérias-primas, as primeiras famílias criaram uma forma de armazenar a carne bovina por vários dias sem que a mesma se deteriorasse e com métodos diferentes do charque e da imersão em banha de porco. Nas carneadas tradicionais realizadas entre Maracaju e Vista Alegre, a carne nobre bovina era retirada e preparada em forma de linguiça, que acabou ganhando o nome de “Lingüiça de Maracaju”.
As culturas prevaleceram nos costumes e hábitos das pessoas que aqui chegavam, o produto foi ganhando fama e novas formas pela maneira austera, simples e rústica na sua fabricação, o que extraiu apreciação de um público maior, mantendo a tradição e constituindo-se em uma identificação para o município.
A “Lingüiça de Maracaju”, como é tradicionalmente conhecida, atualmente é fabricada em vários pontos do Município, principalmente por moradores mais antigos e com forte resistência no mercado, já que é considerada um produto artesanal.
A sua permanência com sucesso acontece devido “às características da sua fabricação”, como declara ao Diário MS, Gerson Marcondes, um dos fabricantes da linguiça no município.
“A tradição de fabricar a lingüiça na minha família veio por parte da minha bisavó Ana Pereira da Rosa, que mantendo a tradição passou para minha avó Honorina Alves e seguindo para minha mãe Nidia Marcondes, e nós desde pequeno ajudávamos a cortar a carne e preparar os ingredientes para fazer a lingüiça e isso trouxemos conosco até hoje”, explica Gerson.
Ele admite que a cultura foi mantida porque os costumes e as criações, até pela época, eram respeitados e conta uma façanha que realizou. “Em 1996 eu a minha esposa Armesinda procuramos a maior tripa de um boi e com 30 quilos fabricamos a maior linguiça já fabricada no Brasil e no mundo, com 31 metros. O registro aparece no Guiness Book em sua edição de 1997, da qual guardamos até hoje como recordação, mas na época fazíamos apenas para guardar a carne em casa”, ressalta.
Armesinda e Gerson há oito anos fabricam o produto para vender no “Recanto da Vô Negra”. O casal vende por semana mil quilos de lingüiça e mais recentemente abriu uma loja em Campo Grande, na rua Calarge 1.000, onde a linguiça fabricada em Maracaju é levada para ser vendida na capital.

F E S T I V A L
Em 1º de maio 1994, Armezinda e Gerson faziam parte do Rotary Clube e idealizaram uma festa com um baile onde no cardápio o prato principal era Linguiça de Maracaju, a festa foi um sucesso e passou a acontecer anualmente hoje está em sua 10ª edição.
A festa que é beneficente ganhou novas dimensões o casal já não faz mais parte do clube, mas outros rotarianos deram sequência e o evento faz sucesso atraindo público de todo Brasil. Este ano mais de 20 mil pessoas passaram pelo município durante os três dias de festa, extrapolando os recordes esperados.
Para 2005, a festa vai acontecer em módulo diferente. Rotarianos de Maracaju já se preparam e se organizam para realizarem o maior evento gastronômico do Estado, onde serão confeccionados mais de 10 mil quilos de “Lingüiça de Maracaju”. Os preparativos já começaram e data deverá ser anunciada ainda no mês de janeiro.

REPERCUSSÃO
O sucesso da lingüiça e do evento este ano também levou da “Lingüiça de Maracaju” ao programa da rede globo de televisão “Mais Você” da apresentadora Ana Maria Braga, o que trouxe uma repercussão positiva ao município, aumentando ainda mais a procura pelo produto.
Visitantes de outros municípios e estados ao passarem pelo município, identificam Maracaju pela lingüiça e procuram os locais de venda do produto, que já tem similiares produzidas em várias cidades do Estado, inclusive uma com o acréscimo de um tipo de queijo, que dá um sabor diferentre ao produto.

SELO
A Lei Municipal de n.º 1379/2004 oferece a garantia a quem procura pelo produto no município, pela criação do selo e padronização da confecção da Lingüiça de Maracaju. Pela Lei, os locais e estabelecimentos são cadastrados junto ao município, recebem também a inspeção da Secretaria de Saúde e Departamento de Vigilância Sanitária e de posse do selo de identificação da “Linguiça de Maracaju”, atestam a garantia de compra do legítimo produto de Maracaju aos consumidores. (Hosana de Lourdes e Elvio Lopes).

Ingredientes preparados para temperar a famosa lingüiça
Um dos segredos para se fabricar a Linguiça de Maracaju, é suco de laranja azeda, utilizado para que o produto manter sempre suculento na hora de ir há mesa. Segundo Gerson “alguns curiosos bem que tentaram, mesmo com a receita na mão não conseguem fazer com que o produto fique igual ao fabricado no município.”
Confira a receita: carne bovina de primeira, salsinha, cebolinha, alho, pimenta verde, sal e o suco da laranja azeda. Modo de Preparar: a carne deverá ser cortada em cubos, o alho e sal amassados juntos, a salsinha, cebolinha e a pimenta verde cortada em miniaturas e por ultimo o suco de laranja azeda. Ao temperar a carne deverá descansar por alguns minutos para ganhar mais sabor, em seguida a parte final procurar uma boa tripa, de preferência a bovina e não as fabricadas para encher a linguiça, e o produto não perder a originalidade.
 
Diário MS
Comentários
Veja Também
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
FORTALEZA
Últimas Notícias
  
FORTALEZA
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.