Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
segunda, 22 de abril de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
TERRAS INDÍGENAS

Liminar suspende estudos para demarcação de terras em Miranda

16 Jun 2010 - 05h47Por Diário MS

Uma liminar concedida pela 4ª Vara Federal de Campo Grande no final da manhã de hoje (15.06) suspende os estudos antropológicos que seriam realizados na região vizinha à Aldeia Passarinho, em Miranda. A liminar atende ao mandado de segurança impetrado pela Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e suspende os estudos conduzidos pela Fundação Nacional do Índio (Funai) com objetivo de demarcar a área como território indígena da etnia Terena, os quais teriam início amanhã.

Há cerca de um mês, os produtores rurais vizinhos à aldeia, localizada próximo à área urbana de Miranda, passaram a receber da Funai a notificação de que a região seria vistoriada por antropólogos. A notificação antecipada atende determinação judicial de que os produtores sejam informados antecipadamente sobre todos os passos dos estudos com finalidades de demarcação.
A constatação de ações irregulares na condução dos trabalhos de notificação levou a Famasul a buscar explicações junto à Funai. Como o órgão federal não atendeu à demanda, a entidade ingressou com pedido de suspensão do início dos estudos até que a Justiça possa analisar o caso. “Confiamos na Justiça para avaliar a legalidade dos procedimentos”, enfatiza o presidente da Famasul, Eduardo Riedel.

Deixe seu Comentário

Leia Também

100 LUZ
Giselle Itié lamenta a morte de outro ex-namorado em apenas três meses
CENSURADO
Video com ataques de Olavo a Militares é excluido das Redes de Bolsonaro
DOENÇA DO SÉCULO
Yasmim Gabrielle, do ‘Programa Raul Gil’, se suicida após depressão
FATALIDADE
Bebê morre após ser esquecida pelo pai por três horas dentro do carro
IRRESPONSABILIDADE
Bebê de 1 aninho entra em coma alcoólico após pai dar cachaça com refrigerante
BONITO - MS - DICA AGÊNCIA ECO TOUR
Confira agora os 5 passeios mais românticos de Bonito (MS)
EM ÁUDIO VAZADO
Em áudio, Onyx diz que governo deu 'uma trava na Petrobras', caminhoneiros podem ficar sossegados
EMOÇÃO E RECOMEÇO
Mãe e filho se reencontram em hospital após desabamento de prédios
ACIDENTE FATAL
Três morrem em explosão provocada por vazamento de botijão de gás
NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil