Menu
SADER_FULL
quinta, 16 de agosto de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Leia o artigo "Há contas e contas II" de Enio Ribeiro

29 Out 2004 - 14h21

"Há contas e contas II"

 

Por: Enio Ribeiro de Oliveira*

Lendo o artigo publicado no Jornal O Progresso de 15 de Outubro de 2004, intitulado "Há contas e contas", achei oportuno expressar o meu ponto de vista.

Primeiramente é bom lembrar que as conclusões a que devemos chegar com os resultados obtidos nas urnas pela Coligação Dourados no Rumo Certo, tendo como cabeça de chapa o candidato a prefeito do município de Dourados do PT, Professor Laerte Tetila, deve nos remeter inicialmente  as eleições (prefeito e vereadores) ocorridas em 2000 no município de Dourados, quando Tetila foi eleito pela primeira vez, Prefeito da Cidade.

Os resultados daquelas eleições foram:

Laerte Tetila - 36.045 votos; (39.08%);

Murilo Zauith - 31.328 votos; (33,97%);

Mardônio Alencar - 11.807 votos; (12,80%)

George Takimoto – 7.280 votos;(7,89%)

Votos em branco - 1.370;(1,48%)

Votos nulos - 4.389;(4,75%)

Total de votos apurados - 92.219.

Votação dos candidatos adversários somada: (54;66%). Se forem acrescentados os votos brancos e nulos totaliza 60,89%.Nas eleições municipais de 2004 a soma dos votos dos candidatos adversários e dos votos brancos e nulos foi de 50,79%. Portanto, em relação às eleições de 2000, a oposição teve  uma queda no seu desempenho  de 10,1%;

Por outro lado à votação dada a Laerte Tetila em 2000,(Coligação Vida Nova Dourados) foi de 39.08% e em 2004 (Coligação Dourados no Rumo Certo) foi de 50,79%. Comparando o desempenho de Laerte Tetila nas eleições municipais de 2000 com as realizadas em 2004, percebemos que nesta última, houve um crescimento de 11,71%.

Cabe lembrar ainda que o PT, partido a que pertence o Prefeito Laerte Tetila num total de 17 vereadores eleitos em 2000 elegeu 3, ficando portanto, com 17,6% das vagas daquela Casa e em  2004 num total de 12 vereadores eleitos elegeu 4, ficando com 33,3% das vagas. O crescimento registrado foi de 15,7%.

Comparando também os desempenhos dos partidos coligados na chapa de vereadores em 2000, Laerte Tetila elegeu 5 vereadores dos 17 eleitos para a Câmara Municipal. Isto representa 29,4% do total de vereadores. Nas eleições de 2004, os partidos aliados do Prefeito Laerte Tetila elegeram 7 vereadores num total de 12. Em termos percentuais isto representa 58,3%. A bancada aliada pró-Tetila 2000 para 2004 cresceu 28,9%.

É bom lembrar que a oposição durante os últimos 3 anos e nove meses esteve em campanha contra a atual administração, contando, inclusive, com a colaboração para os seus intentos de significativa parte da imprensa escrita, falada e televisiva, induzindo assim,  o eleitor a formar opinião equivocada em relação a atual administração.

Logo a conclusão do senhor Luiz Carlos de Matos sobre as lições das eleições de 2004, deve servir alerta muito mais para a oposição do que para o prefeito Laerte Tetila, haja vista que, esta registrou  desempenho eleitoral em 2004 com uma queda de 10,1%.

O recado das urnas nas eleições de 2004 (prefeito e vereadores) não deixa dúvida de que a oposição muito mais do que o prefeito Laerte Tetila precisa repensar a sua prática, caso  contrário, o seu desempenho nos próximos embates eleitorais, tende a piorar

Artigos como o publicado pelo nobre articulista é a confissão de que a oposição entendeu o recado das urnas nas eleições de 2004. Com artigos desta natureza, a oposição, tenta desesperadamente  minimizar os feitos obtidos pelo Coligação Dourados no Rumo Certo e o professor Laerte Tetila.

O que pode ser deduzido dos resultados nas duas eleições (2000 e 2004), é que o embate travado durante 3 anos e 9 meses entre as duas forças políticas a oposição (portadora de um projeto conservador) e as forças políticas aliadas de Tetila (portadora de um projeto de cunho democrático-popular) é que a população percebeu que Laerte Tetila realiza uma administração que busca trazer benefícios para toda a sociedade douradense, bem diferente do outro projeto, sustentado pela oposição que é excludente, antidemocrático e.antipopular.

Para concluir resta lembrar ao articulista Luis Carlos de Matos que a oposição tem consciência de que Tetila não é um mau  administrador, tanto é que se uniram - quem não se lembra do grupo dos 7, batendo cabeça para encontrar algum candidato disposto a enfrentar Laerte Tetila?

Não votaram em Tetila porque não admitem que uma cidade seja administrada no interesse de toda a soci

Deixe seu Comentário

Leia Também

TECNOLOGIA
Segunda via do RG pode ser solicitada pela internet
BOA AÇÃO
Empresário curado faz doação milionária para hospital público
VIOLENCIA
Homem desce do carro e mata mulher com tiro a queima roupa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Laureta confessa que matou Remy; Karola foi cúmplice
PRESO EM 2010
Morre o homem apontado como maior contrabandista de cigarros do País
ELEIÇÕES 2018 - REGISTRO FEITO
AGORA: PT registra candidatura de Lula e tem até 17 de setembro para trocar candidato
BRIGA DE FAMILIA
Briga de irmãos termina com faca cravada na cabeça de jovem adolescente
NOVELA GLOBAL
Em 'Segundo sol', Zefa rompe com Severo: 'Você não merece nada de bom de mim!'
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Roberval é traficante de diamante
NOVELA DA RECORD
Herodíade diz que foi agarrada por Batista e Joana a chama de mentirosa.
Fátima News
Avenida 09 de Julho 2135 - Centro - Fátima do Sul/MS
(67) 99638-6610 rogerio@fatimanews.com.br
© Fátima News. Todos os Direitos Reservados.