Menu
LIMIT ACADEMIA
sábado, 23 de fevereiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Leia a crônica “A Senhora e a Armadura”, por Gilberto Mendes

26 Ago 2010 - 18h10

A SENHORA E A ARMADURA

 

 

 

Ela acorda logo após o ultimo pio de coruja, imediatamente antes do primeiro cucuritar do galo cujo mister é anunciar para os quatro cantos o novo dia que nasce.

 

 

Levantou-se determinada, sem delongas, tendo em mente toda a agenda do exaustivo dia já sincronizada na consciência. Colocou uma vasilha com água no fogo, foi ao banheiro e lavou-se demoradamente, higiene para ela nunca foi um exagero. Saiu, a água já fervia, colocou o açúcar, o pó de café, coou e o cheiro forte da bebida acariciou seus instintos – sorriu, o café é mesmo fundamental.

 

 

Encheu uma xícara e tomou ali mesmo, de pé, olhando a noite agonizante pela janela da cozinha, foi neste instante que o galo anunciou oficialmente o novo dia.

 

 

Ela foi para o quarto e escolheu sua roupa, sempre limpa e cheirosa, simples e elegante. Vestida, preparou a mesa para um lauto café da manhã para os que acordariam mais tarde: frutas, bolinhos, biscoitos, torradas, café, frios, margarina, tudo bem cuidado, tudo carinhosamente preparado.

 

 

Foi para a velha estante e pegou a Bíblia Sagrada que ficava aberta em todo o tempo no ponto nobre da casa, um livro que se percebia facilmente que era muito lido; tomou-o com lágrimas nos olhos e o leu novamente com a mesma fé ardorosa da primeira vez, abençoando a si e a todos os seus. Ao terminar a leitura, era como se houvesse colocado uma armadura e estava pronta para todas as árduas batalhas do dia.

 

 

Foi ao primeiro quarto e viu as crianças, os netos, atirou-lhes silenciosamente um beijo em suas faces; no segundo quarto, o filho e, ao seu lado, o livro que com ele adormeceu na noite anterior, beijou-o com a ponta dos dedos, abençoou-o, virou-se, abriu a velha porta de madeira da sala e saiu para a rua e a amarga rotina, feliz e decidida. Desapareceu na escuridão assim que deu os primeiros passos, a noite ainda resistia lá fora...

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico