Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
domingo, 20 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Leia a coluna PRELIMINAR de Silva Júnior

3 Set 2007 - 15h27
P.R.E.L.I.M.I.N.A.R
Silva Júnior

Marcelo Cabecinha,
Com a partida do Marcelo Correia Ferreira, o fim de semana em Dourados foi diferente dos demais. Muito diferente. Não só para seus pais Israel e Maria e os irmãos Alexandre, Israelzinho e Aroldo, esposa, filha, tios, primos, avós, mas para a grande maioria da sociedade que conviveu com este douradense da gema.
 
"Marcelo Cabecinha", como também era conhecido, ou Marcelo da Dourafreios, pertencia ao grupo de pessoas que nasceram com o tino de agregar. Era líder nato. Sem esforço naturalmente conseguia aglutinar velhos e novos conhecidos. Sua partida deixa uma lacuna muito grande e uma certeza: existem seres humanos dotados de ética, caráter, conduta honrada e de inteligência aguçada. Este moço que partiu nos altos dos seus 33 anos fazia parte deste seleto grupo.
 
Marcelo, que nasceu no Jardim dos Estados - um dos bairros mais antigos de Dourados - deixa legados que certamente farão parte da história desta cidade. Para a esposa Gê, a filha Maria Fernanda, demais familiares e amigos, ficou a certeza que vale a pena viver e viver bem cada segundo da vida. Passar por este mundo e deixar marcas que jamais serão esquecidas.
 
A manifestação de conforto que a família recebeu durante estes dias no hospital e no velório é a prova inconteste da importância que este
corintiano tinha em todos os segmentos da sociedade local e regional.
 
Marcelo Cabecinha nasceu para vencer e venceu. Lutou muito para viver. Fez parte de vários grupos de amigos. Viveu seus dias com qualidade e excelência. Não alcançou os 34 anos de idade, que faria no próximo mês de novembro.
 
Mais um grande destaque desfalque no Grupo A da sociedade douradense. Que o amor de Deus conforte a todos neste momento de dor. Importante: a morte não é o fim. Façamos nossa as palavras de Paulo, em  Filipenses (1,20-21) 20 - Meu ardente desejo e minha esperança são que em nada serei confundido, mas que, hoje como sempre, Cristo será glorificado no meu corpo, quer pela minha vida quer pela minha morte. 21 - Porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro....
 
O verdadeiro cristão é aquele que não olha apenas para si, mas se compadece com o sofrimento do outro. É aquele que não se compraz com a violência, com o desamor, a falta de respeito pelo próximo. Sente em suas próprias entranhas o sofrimento de Cristo no irmão, e desta forma, quando olha para frente e não consegue ver horizonte se coloca diante de Deus e pede constantemente que Ele venha e possa então restaurar a humanidade.
 
Porém, enquanto Ele não vem continuamos nossa luta em favor da vida, profetizando e agindo através de obras motivadas pela fé, tendo o mesmo sentimento e certeza de Paulo. "Não sou eu que vivo, mas Cristo que vive em mim."
 
 
*Jornalista
Cá Taremos semana que vem

Deixe seu Comentário

Leia Também

PROBLEMAS MENTAIS
Casal é brutalmente agredido a enxadadas pelo filho
BARRADO
Filho do cantor Marciano diz ter sido impedido de ir no velório do pai
A COBRA VAI FUMAR - SEGURANÇA NO MS
MS fecha o cerco contra a violência na fronteira em mega operação
LUTO NA MÚSICA
Marcelo Yuka, fundador do Rappa morre aos 53 anos
ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS