MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 19 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
29 de Outubro de 2004 14h34

Leão pede 90 minutos de jogo e critica a CBF

Emerson Leão mostrou muita irritação com a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) por causa da decisão de não anular a partida contra o São Caetano. Segundo o treinador, reiniciar o jogo a partir dos 14 minutos do segundo tempo, na quarta-feira, será uma afronta ao bom senso.

Para o técnico, pelo menos o jogo do Tricolor deste sábado contra o Figueirense deveria ter sido adiado, a exemplo do que ocorreu com o confronto do Azulão contra o Paraná.

“Muitas perguntas estão sem respostas. Teremos que jogar com a mesma formação que estava em campo na quarta-feira? E se algum dos meus jogadores se contundir diante do Figueirense? Não estou legislando em causa própria. Estou apenas pedindo igualdade de condições”, afirmou Emerson Leão.

Bastante irritado, Leão criticou a CBF. “Quem toma este tipo de decisão fica atrás de uma mesa e nunca chutou uma bola na vida. Eles não são do ramo”, disse o treinador, referindo-se ao corpo diretivo da entidade máxima do futebol. “Estou há 41 anos no futebol e o bom senso deveria prevalecer. As duas equipes querem que seja jogado um novo jogo”, completou.

Além de citar os perigos de contusão na partida deste sábado, contra o Figueirense, Leão acredita que um jogo de apenas 31 minutos não será nada proveitoso para o futebol e para o torcedor. “Até os jogadores entrarem no clima do jogo física e psicologicamente, levará 15 minutos. Nos 15 minutos restantes, haverá a indefinição do resultado. Deveremos nos arriscar ou não? Enfim, não haverá espetáculo”, lamentou Leão, que ainda tem esperança de que a CBF volte atrás e decida fazer um novo jogo de 90 minutos.

 

Gazeta Esportiva

Comentários
Veja Também
BANNER_LATERAL_ASSOMASUL
LÉO_GÁS_300
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Últimas Notícias
  
Nossa_Lojas
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.