MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 23 de Outubro de 2017
DELPHOS_FULL
18 de Setembro de 2004 07h20

Laboratório inicia testes de "Viagra brasileiro"

Um medicamento para disfunção erétil, chamado de Viagra brasileiro por ser desenvolvido no país, será testado em seres humanos em 30 dias e pode ser lançado no ano que vem. A data para a sua chegada nas farmácias ainda não foi definida.

"Os testes vão ser feitos com 24 pessoas, o mínimo exigido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária)", informou hoje o diretor de marketing estrutural do Laboratório Cristália, Flávio Trigo. O laboratório, com sede em Itapira, na região de Campinas, interior paulista, nomeou o princípio ativo do novo medicamento de "lifafil" e já tem pedido de patente depositado internacionalmente.

O nome comercial do produto também está indefinido. "Ainda estamos pesquisando para chegar à melhor opção".

Segundo Trigo, a estimativa inicial é que o preço do novo medicamento seja entre 15% e 30% inferior aos valores pagos pelos produtos concorrentes à venda hoje no país, como Viagra (da Pfizer), Uprima (Abbot) e Levitra (Bayer). Com isso, o laboratório estima ampliar o acesso ao produto. "Este é um mercado que ainda está se montando. Nosso objetivo é também agregar novos pacientes, que hoje estão fora porque não têm condições de comprar o medicamento", declarou.

Flávio Trigo destaca que o principal diferencial do produto, no entanto, está no processo de desenvolvimento, totalmente nacional. "É o primeiro desse tipo desenvolvido e pesquisado no Brasil", afirmou.

Para a fabricação do medicamento no país, o laboratório investiu US$ 10 milhões na modernização e adequação da fábrica em São Paulo. O laboratório ainda está fazendo estudos para definir qual será o preço do produto após o início da fabricação no Brasil.

 

 

Reuters

Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
FORTALEZA
REINO_MATRÍCULAS_2017
Últimas Notícias
  
REINO_MATRÍCULAS_2017
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.