Menu
LIMIT ACADEMIA
quinta, 24 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Justiça vai mostrar que a PF acertou 99% dos casos

2 Jul 2007 - 09h02

O diretor-geral da Polícia Federal, delegado Paulo Lacerda, afirmou que o Judiciário, quando julgar todas as pessoas presas nas megaoperações, irá mostrar que a polícia acertou em 98% ou 99% dos casos investigados.

"É que os casos precisam de um tempo para chegar a uma condenação definitiva na Justiça, isso não é rápido. Mas estou absolutamente seguro de que, quando isso ocorrer, a Justiça irá coroar o trabalho da Polícia Federal com 98% ou 99% de condenações das pessoas investigadas", afirmou o policial.
Para Lacerda, as megaoperações da Polícia Federal, chamadas de espetaculares e de exageradas pelos advogados, são importantes para inibir a execução de novos crimes.

"A Polícia Federal está realizando um trabalho muito grande. Além do efeito inibidor que têm as grandes operações, conseguimos desarticular esquemas ilegais que operavam há anos em vários pontos do país. Esses grupos ficam tão desarticulados que terão muito dificuldade em votar a agir. E isso é muito importante para atacar a corrupção", afirmou Lacerda.

O diretor-geral da PF disse que a instituição é sempre sensível às reclamações dos advogados e busca, a cada operação, corrigir eventuais erros.

Lacerda não concorda, no entanto, que as operações da polícia sejam limitadas às escutas telefônicas. "Esse tipo de monitoramento não é o único instrumento de investigação da polícia, é apenas mais um entre outros tantos."

Para o delegado, é importante destacar que todas as prisões executadas pela polícia passaram antes por uma autorização do Judiciário, com o conhecimento do Ministério Público.

Segundo Lacerda, os erros que ocorreram em algumas operações são casos isolados.

"Considerando as grandes operações, que desmantelaram quadrilhas em todo o país, se existiu algum erro, foi corrigido em tempo", afirmou.

"O que eu acho ruim é querer desprestigiar o trabalho da Polícia Federal. Acho que isso é ruim para o país. Temos, sim, que nos aperfeiçoar, temos que evitar erros, mas quem vai fazer esse juízo de valor será o Judiciário", disse Lacerda.

 

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

PREOCUPANTE
Arábia Saudita barra importação de frango de cinco frigoríficos brasileiros
FUTEBOL
São Paulo e Vasco da Gama farão a final da Copa São Paulo
BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC
MAMATA
General corta contratinho de R$ 30 milhões para manter jornalistas no exterior
PERSISTÊNCIA
Filho de faxineira e porteiro passa em medicina no Paraná