Menu
SADER_FULL
domingo, 16 de junho de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Justiça vai mostrar que a PF acertou 99% dos casos

2 Jul 2007 - 09h02

O diretor-geral da Polícia Federal, delegado Paulo Lacerda, afirmou que o Judiciário, quando julgar todas as pessoas presas nas megaoperações, irá mostrar que a polícia acertou em 98% ou 99% dos casos investigados.

"É que os casos precisam de um tempo para chegar a uma condenação definitiva na Justiça, isso não é rápido. Mas estou absolutamente seguro de que, quando isso ocorrer, a Justiça irá coroar o trabalho da Polícia Federal com 98% ou 99% de condenações das pessoas investigadas", afirmou o policial.
Para Lacerda, as megaoperações da Polícia Federal, chamadas de espetaculares e de exageradas pelos advogados, são importantes para inibir a execução de novos crimes.

"A Polícia Federal está realizando um trabalho muito grande. Além do efeito inibidor que têm as grandes operações, conseguimos desarticular esquemas ilegais que operavam há anos em vários pontos do país. Esses grupos ficam tão desarticulados que terão muito dificuldade em votar a agir. E isso é muito importante para atacar a corrupção", afirmou Lacerda.

O diretor-geral da PF disse que a instituição é sempre sensível às reclamações dos advogados e busca, a cada operação, corrigir eventuais erros.

Lacerda não concorda, no entanto, que as operações da polícia sejam limitadas às escutas telefônicas. "Esse tipo de monitoramento não é o único instrumento de investigação da polícia, é apenas mais um entre outros tantos."

Para o delegado, é importante destacar que todas as prisões executadas pela polícia passaram antes por uma autorização do Judiciário, com o conhecimento do Ministério Público.

Segundo Lacerda, os erros que ocorreram em algumas operações são casos isolados.

"Considerando as grandes operações, que desmantelaram quadrilhas em todo o país, se existiu algum erro, foi corrigido em tempo", afirmou.

"O que eu acho ruim é querer desprestigiar o trabalho da Polícia Federal. Acho que isso é ruim para o país. Temos, sim, que nos aperfeiçoar, temos que evitar erros, mas quem vai fazer esse juízo de valor será o Judiciário", disse Lacerda.

 

 

Conjuntura Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
Marido da deputada é morto a tiros
MULHER DO PRESIDENTE
Esposa de Jair Bolsonaro cai na internet, fotos íntimas são exibidas e todos ficam sem acreditar
DOURADOS - MANIFESTAÇÕES
Dono da Havan manda 'recado' a manifestantes após protesto em frente a loja de Dourados
VENENOSA
Agricultor é picado por cobra jararaca
FORÇA DE VONTADE
Advogado que pedia emprego na rua é contratado e ganha pós-graduação
CASO DE POLÍCIA
Filho mata a mãe e rouba seu cartão para comprar cocaína
EQUIPARADO AO RACISMO
Agora Homofobia é crime, STF criminaliza
DOENÇA DO SÉCULO
Jovem de 19 anos com depressão comete suicídio e choca cidade
REVOLTANTE
Filho é preso por ficar com aposentadoria e manter pais idosos morando em situação de miséria
BARBÁRIE
Nus e amarrados, corpos de três jovens são encontrados mortos em matagal