Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 19 de janeiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Justiça Federal de MS tem o pior desempenho do País

17 Ago 2004 - 13h47

O desempenho da Justiça Federal em Mato Grosso do Sul é o pior do País, de acordo com os dados do primeiro diagnóstico geral do Poder Judiciário brasileiro, divulgado pelo Ministério da Justiça. A média nacional de processo julgado em relação aos distribuídos é de 57% e o índice estadual não chega nem à metade disso, ficando em apenas 22%. Apenas três Estados julgaram mais do que dois terços dos processos distribuídos na primeira instância da Justiça Federal. Os Estados com pior desempenho foram Mato Grosso do Sul, Maranhão, Sergipe e Amapá, todos com índices inferiores a 30%.

O dado é mais preocupante para os sul-mato-grossenses visto que o índice litigioso, relação de processos por habitantes está entre os menores, é o sétimo. Mato Grosso do Sul nem na Justiça Federal de primeira instância 1 processo pra cada grupo de 97,22 habitantes em 2003. São cerca de 22.317 processos para uma população estimada em 2.169.688 pessoas. O estado que tem mais processos é Santa Catarina, com cerca de 134.627 processos, um para cada grupo de 41,65 de seus 5.607.233.

A segunda unidade da Federação com maior índice litigioso é o Distrito Federal, com aproximadamente 45.677 processos, um para cada grupo de 47,94 de seus 2.189.789 habitantes. Seguido pelo Rio Grande do Sul, que registra mais de 218,7 mil processos, um para cada grupo de 48,06 de seus 10.510.992 habitantes. O Estado de menor índice litigioso é o Tocantins, com 2.879 processos, um para cada grupo de 427,29 de seus 1.230.181 habitantes.

O desempenho de 22% de julgamento em relação aos 22.316 processos distribuídos na Justiça Federal de primeira instância no Mato Grosso do Sul é simplesmente o pior do país, ficando muito atrás dos primeiros colocados. Paraná, que teve o melhor resultado, julgou 94% dos 173.491 processos distribuídos em 2003. Seguido por Santa Catarina, que julgou 91% dos 134.620 processos distribuídos; e Rio Grande do Sul, que julgou 74% dos 218.664 processos distribuídos.

A média nacional de processos julgados em relação aos entrados na primeira instância da Justiça comum é de 68%, saltando para 80% na segunda instância. Já na Justiça do Trabalho, o desempenho é ainda mais destacadamente superior ao da Justiça Federal. A média nacional na primeira instância na Justiça trabalhista em julgamentos é de 96%, subindo para 97% na segunda instância.

 

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ROTEIRO ESPECIAL PARA O RIO DE JANEIRO
Roteiro diferente para continuar conhecendo o Rio de Janeiro
DICA DE TURISMO E FÉRIAS
Dicas para curtir uma temporada em Arraial do Cabo
LUTO - ESPORTE
Morre Jackelyne da Silva, ginasta da seleção brasileira, aos 17 anos
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo Marciano morre aos 67 anos, vítima de enfarto
CARNAVAL É NO CAMPO BELO RESORT
Carnaval é no Campo Belo Resort, reserve já seu lugar nesse bloco - Confira os pacotes
MS EM ALERTA
Meteorologia alerta para a possibilidade de chuva forte no fim de semana no MS
DECEPCIONADA
Regina Duarte surpreende e se posiciona contra atitude de Bolsonaro
SATÂNICO
Mulheres são presas acusadas de torturar criança de apenas dois anos que teve rosto desfigurado
INSPIRAÇÃO
Idoso se forma em Direito aos 94 anos, após morte da esposa
POLEMICA
Movimento Gay quer tirar Bíblia de circulação no Brasil, diz Damares