Menu
SADER_FULL
sexta, 22 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Justiça de MS expande o Sistema de Intimação por Telefone

9 Jul 2010 - 08h20Por MS Notícias

O SITRA (Sistema de Intimação por Telefone) foi implantado em 2003 com a finalidade de realizar a intimação de partes e advogados nos Juizados Especiais Cíveis e Criminais de Mato Grosso do Sul. A intimação por telefone é totalmente segura. É feita por meio de uma gravação em um aparelho acoplado ao microcomputador e uma linha telefônica que registra o contato com as partes a serem intimadas.

É importante a utilização desse sistema porque as intimações por telefone duram apenas de dois a cinco minutos e a um custo bem menor se comparadas às intimações realizadas por oficial de justiça e correio, as quais levam um tempo maior para cumprimento e geram muito mais trabalho.

Em pesquisa realizada pela Coordenadoria de Apoio às Atividades dos Juizados, responsável pelo SITRA, constatou-se que, apesar de algumas comarcas ainda não utilizarem o sistema plenamente, as que o utilizam obtêm mais de 80% das intimações positivas e o consideram de grande valia para os Juizados.

A servidora Milene Mazzieri, da Comarca de Nova Andradina, diz que “É uma ferramente que promove a celeridade e economia processual”. O escrevente Demarcos Florentino Araújo, de Bataguassu, aponta como vantagens: “celeridade, praticidade, dispensa o preenchimento de ofícios, mandados etc”.

O operador judiciário, Raniel Aparecido Antunes Lucena, de Camapuã, relata que: “A meu ver, a principal vantagem do sistema está na celeridade para intimação de partes e advogados, o que pode ser facilmente observado se comparado ao tempo necessário para cumprimento de tais atos quando realizados via correio”.

Cleodir Lopes Antunes, de Mundo Novo, diz: “A maior vantagem do uso do SITRA é a economia de tempo nas intimações das partes, pois as intimações feitas por AR e mandado demoram no mínimo o dobro do tempo”.

Outra resposta sobre o sistema, da Servidora Hélida Francisca da Silva Suzano, da Comarca de Rio Verde de Mato Grosso, afirma que “A certeza de a intimação ter sido efetuada, a agilidade, o ganho em tempo, especialmente porque dispensa a emissão de ofício, gastos com correios, formulários, etiquetas, cola, tonner para impressão e tempo para assinaturas e envelopamentos, a dispensa da publicação para intimação”.

Embora o sistema ainda apresente algumas dificuldades, como a desatualização dos telefones das partes e procuradores no processo, estas podem ser sanadas com a conscientização para que atualizem os números de seus telefones. Imagine uma intimação para uma parte que reside em outra comarca, que deverá ser expedida uma carta precatória. Se o telefone estiver atualizado, bastam apenas alguns minutos e a intimação estará completa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico
REFORMA DA PREVIDÊNCIA
Aposentadoria é para viver, não para receber só à beira da morte
CHANTAGEM
Ladrões invadem estabelecimentos, obrigam funcionárias a tirarem a roupa, filmam e extorquem vítimas
FORAGIDO
Atirador invade escritório de advocacia e mata duas pessoas
BBB 19
Rízia chora por estar acorrentada: 'Vontade de desistir'