Menu
PASSARELA
domingo, 15 de julho de 2018
SADER_FULL
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Júnior Baiano; um 'xerife' sob suspeita

3 Dez 2004 - 15h38
O juiz Paulo Sérgio Barbosa de Oliveira, da Vara do Júri e Execuções Penais de Feira de Santana (BA), revelou ontem (quinta-feira) que o soldado da Polícia Militar Silton Dórea, apontado como um dos líderes de uma quadrilha de traficantes na cidade, confirmou em depoimento à Justiça que recebeu um Golf de presente de Júnior Baiano.

Fontes da polícia baiana revelaram ainda que será investigado se Júnior Baiano teria ajudado na fuga de alguns dos acusados. Quatro estão foragidos da Justiça. Com base em fitas gravadas de conversas entre os acusados, nas quais Júnior Baiano é citado várias vezes, 12 pessoas respondem a processo por tráfico de drogas e formação de quadrilha. O grupo é conhecido por 5ª Elite RN (referente ao bairro Rua Nova, vizinho a Jardim Cruzeiro, onde o zagueiro foi criado na cidade).

Todas os envolvidos tiveram a prisão preventiva decretada pelo juiz Paulo César Oliveira, mas apenas sete estão detidos. Silton está em liberdade provisória devido a um hábeas-corpus preventivo. O irmão dele, o ex-PM Sérgio, é um dos foragidos.

Por sua vez, o candidato a vereador Gérson Andrade Gonçalves, que também está preso, teria dito em depoimento que Júnior Baiano o ajudou em sua campanha política. O processo corre em segredo de Justiça e deve ter uma sentença em primeira instância ainda este ano.

Antes disso, porém, o juiz e o delegado Aldacir Ferreira, do 2º Distrito Policial de Feira de Santana, pretendem ouvir todas as pessoas que foram citadas nas conversas telefônicas.

— Queremos tomar o depoimento do Júnior Baiano para saber qual é o envolvimento dele com essas pessoas. Por enquanto, ele não é acusado de nada — afirmou o delegado.

Amigo de infância

Ontem (quinta-feira), Júnior Baiano disse ser amigo de infância de Silton, mas negou ter dado o Golf para o policial:

— Meu pai está sem carro. Como vou ficar dando carro para os outros?

E acrescentou.

— Não é porque um amigo faz coisa errada que não vou falar com ele. No Rio, também conheço várias pessoas que fazem coisas erradas, mas trato todo mundo bem — disse o jogador.

Ontem (quinta-feira), durante o treino do Flamengo no CFZ, no Recreio, Júnior Baiano mostrou descontração e foi alvo de brincadeiras dos companheiros e também do diretor técnico Júnior.

— Qualquer coisa a gente leva um cigarro lá para você — brincou Júnior, caso o zagueiro fosse preso na Bahia.
 
Globo Online

Deixe seu Comentário

Leia Também

CONCURSOS - OPORTUNIDADES
Concurso: 13 órgãos abrem as inscrições para 1,9 mil vagas nesta segunda
FOI SALVAR O MELHOR AMIGO
Jovem morre afogado após pular em rio para tentar salvar cachorro
EDUCAÇÃO - FIES - INSCRIÇÕES
Fies abre inscrições nesta segunda com 155 mil vagas para 2º semestre
BOA NOTICIA
Preço da gasolina nas refinarias cai para R$ 1,997
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Karola vira escrava sexual de Remy
BRIGA DE RUA
Homem morre pendurado em grade
FAMOSIDADES
Luan Santana faz declaração emocionante a Padre Fábio de Mello: ''Obrigada pelos dias maravilhosos''
ARTIGO - DIA DO ROCK
DIA DO ROCK - ARTIGO: 'Há um tempo atrás não muito distante...', por Lucio Gazola
DEUS SALVE O REI
Catarina é desmascarada por Afonso e é presa
NOVELA GLOBAL
'Segundo sol': Manu é sequestrada e decide trabalhar como traficante para ficar com bandidos