Menu
SADER_FULL
sábado, 17 de novembro de 2018
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Juiz manda sem-terra deixarem fazenda de Moon

3 Ago 2007 - 14h33
O juiz Wilson Leite Corrêa, em substituição na 2ª Vara de Jardim, concedeu nesta sexta-feira a reintegração de posse, em caráter liminar, da Fazenda Jamaica, de propriedade da Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial, entidade presidida pelo reverendo sul-coreano Sun Myung Moon, área que está invadida por trabalhadores rurais sem-terra desde o último dia 27 de julho.
 
A Fazenda fica às margens da BR-267, em Jardim e foi invadida inicialmente por cerca de 150 famílias de trabalhadores rurais sem-terra ligados a Fetagri (Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar). Hoje pelo menos 300 invasores estão no local. O magistrado determinou que a decisão judicial fosse cumprida por dois oficiais de Justiça, com apoio de reforço policial. Na decisão foi concedido o prazo de 20 dias para o MST (Movimento Sem-Terra) recorrer da sentença.
 
O juiz determinou que o comandante Geral da Polícia Militar e ao comandante do Batalhão de Jardim fossem comunicados da sentença, para providenciar o efetivo policial necessário para cumprimento da ordem judicial. Antes de analisar o pedido de reintegração de posse, Corrêa determinou que um oficial de Justiça fosse até a Fazenda Jamaica verificar a veracidade dos fatos e comprovar a efetiva invasão da propriedade.
 
Depois de constatar a real presença dos sem-terra na área invadida, a juíza analisou o pedido impetrado pelo David Moura de Olindo, que defende a Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial.
 
De acordo com o advogado, tanto o MPF (Ministério Público Federal) e MPE (Ministério Público Estadual), concederam liminar em janeiro do ano passado proibindo assentamento no local, por isso acredita que tenha havido a invasão. Em 2005, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) concluiu o processo de desapropriação de quatro propriedades de Moon, incluindo a Fazenda Jamaica.
 
Os funcionários da associação registraram boletim de ocorrência e acionaram a Polícia Civil para tomar providências para a desocupação. A Fazenda Jamaica tem cerca de 2,5 mil hectares e fica ao lado da Fazenda Jangada e da Fazenda Capão do Mutum, também pertencentes à Associação. Juntas as três propriedades possuem cerca de cinco mil hectares. Participam da ocupação sem-terra dos acampamentos de Nossa Senhora de Fátima, Morro Azul, São Jorge, União Jamaica e Paraíso Figueira.

 

 

Mídia News


Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVO GOVERNO
Desistência de general para ministério leva crise ao QG de Bolsonaro
ASSASSINATO
Câmeras flagram dupla efetuando mais de 30 tiros contra homem; veja o vídeo
TRISTEZA
Menino de 10 anos comete suicídio após a prisão do pai
MALDADE
Câmera de segurança flagra homem colocando fogo em casinha comunitária para cachorros
FATIMASSULENSES EM UBATUBA (SP)
Fatimassulenses, alunos do Vicente Pallotti fazem curso de biodiversidade marinha em Ubatuba (SP)
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Gabriel se declara para Luz e os dois se beijam
MULHERES TEM QUE DENUNCIAR
Jovem posta foto com rosto inchado para denunciar agressão do namorado
ENCONTRO DE GOVERNADORES
Em encontro de governadores com Bolsonaro, Reinaldo defende fronteira e reajuste da tabela SUS
VIOLENCIA DOMESTICA
Homem é esfaqueado por esposa que tem ciumes até da sombra
ENTROU ATIRANDO
VÍDEO: Pastor é baleado no altar durante o culto