Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 24 de janeiro de 2019
SADER_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Juiz manda sem-terra deixarem fazenda de Moon

3 Ago 2007 - 14h33
O juiz Wilson Leite Corrêa, em substituição na 2ª Vara de Jardim, concedeu nesta sexta-feira a reintegração de posse, em caráter liminar, da Fazenda Jamaica, de propriedade da Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial, entidade presidida pelo reverendo sul-coreano Sun Myung Moon, área que está invadida por trabalhadores rurais sem-terra desde o último dia 27 de julho.
 
A Fazenda fica às margens da BR-267, em Jardim e foi invadida inicialmente por cerca de 150 famílias de trabalhadores rurais sem-terra ligados a Fetagri (Federação dos Trabalhadores da Agricultura Familiar). Hoje pelo menos 300 invasores estão no local. O magistrado determinou que a decisão judicial fosse cumprida por dois oficiais de Justiça, com apoio de reforço policial. Na decisão foi concedido o prazo de 20 dias para o MST (Movimento Sem-Terra) recorrer da sentença.
 
O juiz determinou que o comandante Geral da Polícia Militar e ao comandante do Batalhão de Jardim fossem comunicados da sentença, para providenciar o efetivo policial necessário para cumprimento da ordem judicial. Antes de analisar o pedido de reintegração de posse, Corrêa determinou que um oficial de Justiça fosse até a Fazenda Jamaica verificar a veracidade dos fatos e comprovar a efetiva invasão da propriedade.
 
Depois de constatar a real presença dos sem-terra na área invadida, a juíza analisou o pedido impetrado pelo David Moura de Olindo, que defende a Associação das Famílias para Unificação e Paz Mundial.
 
De acordo com o advogado, tanto o MPF (Ministério Público Federal) e MPE (Ministério Público Estadual), concederam liminar em janeiro do ano passado proibindo assentamento no local, por isso acredita que tenha havido a invasão. Em 2005, o Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) concluiu o processo de desapropriação de quatro propriedades de Moon, incluindo a Fazenda Jamaica.
 
Os funcionários da associação registraram boletim de ocorrência e acionaram a Polícia Civil para tomar providências para a desocupação. A Fazenda Jamaica tem cerca de 2,5 mil hectares e fica ao lado da Fazenda Jangada e da Fazenda Capão do Mutum, também pertencentes à Associação. Juntas as três propriedades possuem cerca de cinco mil hectares. Participam da ocupação sem-terra dos acampamentos de Nossa Senhora de Fátima, Morro Azul, São Jorge, União Jamaica e Paraíso Figueira.

 

 

Mídia News


Deixe seu Comentário

Leia Também

MILIONARIO
Apostador de Teresópolis leva sozinho prêmio de R$ 37,9 milhões da Mega-Sena
CASO MILICIANOS
‘Se Flávio errou, terá de pagar e eu lamento como pai’, diz Bolsonaro sobre novos indícios
PREOCUPANTE
Arábia Saudita barra importação de frango de cinco frigoríficos brasileiros
FUTEBOL
São Paulo e Vasco da Gama farão a final da Copa São Paulo
BBB 19
Vanderson é eliminado e vai prestar depoimentos sobre casos de agressão
INVESTIGAÇÃO
Mourão volta a dizer que é preciso investigar Flávio Bolsonaro e punir se for o caso
HEROI
Porteiro ganha homenagem: salvou criança de 3 anos que caiu na piscina (VIDEO)
FAMOSIDADES
Aos 67 anos, Amado Batista assume namoro com jovem de 19 anos de idade
LUTO - TV
Ator Caio Junqueira morre no Rio uma semana após acidente
ANJO DA GUARDA
Amigo dá lar a mulher que viveu 40 anos internada no HC