Menu
SADER_FULL
domingo, 15 de setembro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
AGÊNCIA BONITO THIAGO
Brasil

Juiz limita saques em Aquidauana para coibir compra de voto

2 Out 2004 - 10h58
 

O juiz da 10ª Zona Eleitoral, Aldo Ferreira da Silva Júnior, proibiu os saques bancários superiores a R$ 5 mil para pessoas físicas e jurídicas, até o dia 4 de outubro, em Aquidauana, município a 135 quilômetros de Campo Grande, para coibir a compra de votos.

Uma denúncia recebida pela Justiça Eleitoral do município informava que seriam sacados R$ 500 mil nas agências bancárias de Aquidauana com a finalidade de comprar votos.

Na decisão, o magistrado alega que recebeu diversas denúncias alertando a respeito da compra de votos na cidade. Devido às dificuldades de confirmar as informações, ele resolveu proibir os saques.

Silva Júnior afirma, ainda na decisão, que não há justificativa para saques em quantias elevadas nesse período pois não o trabalho de cabos eleitorais é proibido no dia das eleições.

Os saques superiores ao valor de R$ 5 mil só poderão ser realizados mediante determinação judicial, após requerimento feito ao juiz.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSASSINATO
PM é torturado e morto após circular boato de que seria 'estuprador'
JULGAMENTO
PMs acusados de chacina taparam câmera de segurança antes do crime
CASO DE POLÍCIA
Catador de reciclável recebe mochila com bebê congelado dentro
LUTO NA MÚSICA
Cantor sertanejo morre após carro bater em árvore em rodovia de MS
FAMOSOS
David Brazil causa ao expor bumbum de Anitta sem ela saber
ACIDENTE FATAL
Câmera de segurança registrou acidente fatal de enfermeira. VEJA O VÍDEO
MONSTRUOSIDADE
Homem que matou mãe e filha em Cascavel escreveu carta. Bebê tomou mamadeira “batizada”
ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Mulher e marido são presos suspeitos de estuprar menina de 11 anos que dormia na casa deles
SUPERSTIÇÃO
Primeira sexta-feira 13 do ano com noite de lua cheia pode ser perigosa, alerta taróloga
ESPORTE
Poderá o poker se tornar olímpico?