Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
quinta, 18 de abril de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Juiz de Caarapó negocia com índios liberação de rodovia

6 Out 2004 - 12h52
 

A Agesul (Agência Estadual de Empreendimento), regional de Dourados, vai assumir a instalação de lombadas na MS-280, em resposta à reivindicação dos índios guarani da aldeia Tey Cuê, localizada entre Caarapó e Laguna. Hoje, o engenheiro Adilson Ramão, de Dourados, vai à região para analisar os locais de instalação destas lombadas. Amanhã, a agência envia o caminhão, pá carregadeira e motoniveladora para procedimento do serviço. A MS-280 está bloqueada desde ontem à noite, após a morte de adolescente, atropelado por um caminhão.

O coordenador regional de Dourados, Jorge de Lúcia, disse que passou estas informações ao juiz de Caarapó, Valdir Barbosa, para que tenta negociar a liberação da rodovia. Jorge explicou que apesar da região ser de responsabilidade da regional de Ponta Porã, a Agesul de Dourados assumirá o serviço por ser mais próxima do local. O coordenador explicou que Adilson Ramão vai ao local também para analisar qual a sinalização necessária a ser instalada.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA PARALISAÇÃO
Ala dividida de caminhoneiros falam em greve no próximo dia 29 em todo o Brasil
CAMPO BELO RESORT - PARAÍSO É AQUI
Com noite Árabe e Italiana, PACOTE do dia 03 a 05 de maio já disponível para o Campo Belo Resort
NEGLIGÊNCIA FUNCIONAL
Menino de 12 anos foge de casa, burla esquema de segurança e embarca em avião
DEU RUIM
Vítima reage e mata assaltante que tentava roubar camioneta em Toledo – ASSISTA VÍDEO
PAI MONSTRO
Pai é preso suspeito de estuprar e engravidar a filha de 11 anos
15 METROS DE ALTURA
MILAGRE – Menina de um ano que caiu do 4º andar de prédio não sofreu nenhuma fratura
ACIDENTE NA ESCOLA
Criança de 7 anos tem ferimentos graves após trave de futebol cair em sua cabeça em escola
ESTUPRO
Grávida de 20 anos foi estuprada ao pegar carona. Tarado filmou a ação
ACERTO DE CONTAS
Homem é morto a facadas e tem cadeado colocado na boca
POLEMICA
Funcionária de creche chamada de 'vadia' em faixa exposta em praça de MG recebe apoio