Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 20 de julho de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ÁGUAS DE BONITO
Brasil

Juiz aceita transferência de Beira-Mar para o RJ

2 Out 2010 - 05h49Por Dourados Agora

O traficante Luiz Fernando da Costa, conhecido como Fernandinho Beira Mar, teve sua transferência para o Rio de Janeiro aceita pelo juiz Dalton Kita Conrado, corregedor do presídio Federal de Campo Grande onde está preso. A informação foi repassada ao Portal Correio do Estado pelo seu advogado Luiz Gustavo Battaglin.

De acordo com ele, a decisão do magistrado foi tomada depois que o prazo de 360 dias de permanência do preso em Campo Grande expirou sem que alguém entrasse com pedido de prorrogação. Neste caso, o juiz concedeu sua transferência.

Segundo informações do advogado, ao ser informado do fato, um magistrado do Rio de Janeiro emitiu uma ordem para que Fernandinho Beira-Mar continue no Presídio Federal de Mato Grosso do Sul, criando o que ele chama de conflito de competência.

No ano de 2008, o traficante chegou a ameaçar uma greve de fome por conta do chamado RDD (Regime Disciplinar Diferenciado) a qual foi submetido por três vezes, impossibilitado de contato físico com quem quer que fosse.

Para a defesa, o ato não tem previsão legal e é o regime mais duro aplicado no País atualmente, já que restringe totalmente o contato do preso com outras pessoas e reduz horários inclusive do banho de sol.

Em contato com a Justiça Federal, o Portal Correio do Estado recebeu a confirmação da transferência e também sobre o extravio do documento em que a Justiça carioca pedia a prorrogação do prazo de permanência de Beira-Mar em Mato Grosso do Sul. Segundo fontes, o documento teria ido parar no Mato Grosso devido a um erro de envio.

Acontece que, quando é expedida uma liberação de transferência como essa, a Justiça sempre espera um prazo maior caso haja alguma outra solicitação. Neste caso, pode ser que haja um conflito de competências e neste caso quem define é o STJ (Supremo Tribunal de Justiça). Mas por enquanto o que se espera é a o retorno do juiz federal corregedor do Presídio Federal de Campo Grande, Dalton Kita Conrado, da quinta Vara, para definir a situação. Ele está de férias e retorna ao trabalho no dia 13 de outubro. Enquanto isso, o traficante permanece no presídio.

Deixe seu Comentário

Leia Também

VICENTINA SENDO REPRESENTADA NO RJ
Vicentina será representada no Internacional de Masters South América de Jiu-jitsu no Rio de Janeiro
POLITICA
'Falar que passa-se fome no Brasil é uma grande mentira', afirma Bolsonaro
NOVELA GLOBAL
Maria da Paz se recusa a enxergar caráter de Josiane em 'A dona do pedaço'
REGIME SEMIABERTO
Goleiro Bruno deve sair da cadeia no fim da tarde desta sexta-feira
CASO RARO
Bezerro de seis patas chama atenção moradores de Santa Helena – Veja Vídeo
MONSTRUOSIDADE
Vizinho é preso suspeito de estuprar e estrangular menina de 8 anos
CASA PRÓPRIA
Recurso de R$ 1 bilhão é destinado ao Minha Casa, Minha Vida
VIDA SAUDÁVEL
Homem mais velho do Brasil falece no Rio de Janeiro
BASTA DE IMPRUDÊNCIA
Enlutada pelas mortes, população deixa faixa contra imprudência na PR-082
VIOLENCIA
Motorista atropela manifestantes do MST e mata um idoso