Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
ITALÍNEA
Brasil

Judoca douradense é prata no Campeonato Brasileiro Sub 20

9 Ago 2010 - 14h24Por Dourados News
A douradense Camila Gebara conquistou a prata no Campeonato de Judô Sub 20. O evento contou com a presença dos principais judocas da categoria e a comissão Técnica da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) estava presente para selecionar os atletas que vão representar o Brasil no Mundial Sub 20, que será realizado no Marrocos.

O campeonato foi disputado esse final de semana no Rio de Janeiro, e além de Camila, Mato Grosso do Sul também foi representado pelas atletas Ana Paula Grincevincus, que conquistou a prata na categoria leve, e Jéssica Soares que consegui a 5ª colocação na categoria meio pesado.

Camila perdeu a última luta para a sergipana Istelina Tayrani Silva. Para o pai de Camila, Dr. Edson Roberto Nogueira, o segundo lugar é uma grande vitória para a filha, que tem apenas 15 anos e lutou com atletas bem mais velhas que ela. “Foi uma grande surpresa para todos. Trouxemos a Camila com a intenção de que ela ganhasse mais experiência e ela conseguiu um ótimo resultado, principalmente por ainda ser da categoria Sub 17”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat