Menu
SADER_FULL
sábado, 16 de fevereiro de 2019
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Jovem enfrenta a polícia, leva tiro no tórax e acaba morrendo

21 Set 2010 - 08h08Por Campo Grande News

O jovem João Elias da Silva, 20 anos, foi morto por volta das 20h30 de ontem, após levar um tiro na região do tórax, disparado por policiais militares do 1º BPM (Batalhão da Polícia Militar), de Campo Grande. Em companhia de Everton Otávio de Souza, 18 anos, o rapaz havia praticado dois assaltos durante noite.

Próximo ao Aeroporto Internacional de Campo Grande, a dupla assaltou um homem e levou R$ 300 em dinheiro e um celular. Instantes depois, na avenida Júlio de Castilho, um outro homem foi alvo dos dois rapazes, que roubaram outro aparelho celular e dinheiro.

Como uma viatura da PM passava perto do Terminal Júlio de Castilho e acabou sendo comunicada a respeito dos dois assaltos, os policiais se depararam com João e Everton na rua Tordesilhas, bairro Santo Antônio. Os bandidos estavam em uma bicicleta e armados com um revólver de calibre 38.

João confrontou a polícia e reagiu à abordagem, sendo baleado no tórax. Já Everton se rendeu e foi preso.

Encaminhado à Santa Casa, João morreu no Centro Cirúrgico. Everton foi levado à Depac (Delegacia Especializada de Pronto Atendimento Comunitário) e deve ficar preso no local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OUTROS 10 ESTADOS
Horário de verão termina à meia-noite; relógios devem ser atrasados em 1h
BARBÁRIE
Rosane Santiago Silveira, torturada e morta em sua própria casa
CARRO DE APLICATIVO
Mulher é estuprada após aceitar água e bala em carro de app
VIOLENCIA DOMESTICA
Enquanto Lírio Parisotto era condenado, Luiza Brunet discutia campanha contra violência doméstica
CANALHA
Criança de 4 anos é estuprada no próprio aniversário
HORARIO DE VERÃO
Atrase seu relógio! Horário de verão termina neste sábado(16)
CARCERE PRIVADO
Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido
TRAGÉDIA NA FAMILIA
Lutador de MMA mata ex de 16 anos, tenta suicídio e morre horas depois em hospital
VIOLENCIA NO RIO
Menina de 11 anos é baleada e morta em Triagem; moradores protestam
DOENÇA GRAVE
Leiliane ganha acompanhamento médico após desastre com Boechat