MEGA_OKA_CARROS_
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 18 de Novembro de 2017
RIO_DOURADOS
DELPHOS_FULL
25 de Agosto de 2017 09h00

Jornal Nacional mostra vídeo em que Emanuel Pinheiro e deputados aparecem recebendo mensalinho

Jornal Nacional

Conforme já haviam adiantado os veículos de comunicação, na manhã desta quinta-feira (24), o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) entregou ao Supremo Tribunal Federal (STF) vídeos em que o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, e deputados estaduais e federal aparecem recebendo dinheiro vivo, que segundo Silval, seria referente ao “mensalinho” pago a parlamentares para garantir apoio ao seu Governo. Os vídeos, que até então não haviam sido divulgados, foram apresentados pela reportagem do Jornal Nacional, da Rede Globo, na noite desta quinta.

Leia mais:
Silval afirma em delação que pagou mensalinho para Emanuel e deputados e registrou em vídeo

De acordo com a reportagem, a entrega do dinheiro era feita na sala do chefe de gabinete de Silval, Sílvio César Corrêa. Além de Emanuel Pinheiro, os então deputados estaduais Luciane Bezerra (PSB), Alexandre César (PT), Herminio Barreto (PR) e o deputado federal Ezequiel Fonseca (PP) também são delatados pelo ex-governador.

Nas imagens, Emanuel Pinheiro aparece colocando maços de dinheiro nos bolsos do paletó. Num dado momento, algumas cédulas caem no chão e o à época deputado estadual se abaixa para pegar as notas.

O deputado federal Ezequiel Fonseca, que também foi gravado, coloca uma quantia vultuosa de dinheiro em uma caixa de papelão. Hermino Barreto, que aparece na sequencia, preenche uma mala com o dinheiro recebido. Já Luciane Bezerra, que atualmente comanda a Prefeitura de Juara, e o ex-deputado Alexandre Cesar colocam as notas em uma bolsa e mochila, respectivamente.

A reportagem também traz um trecho do depoimento de Silval, em que cita o ministro da Agricultura Blairo Maggi (PP). Ele aponta, em sua delação, uma suposta tentativa de obstrução à Justiça, para que o ex-secretário de Fazenda, Eder Moraes mudasse seu depoimento ao MPE quanto à possível compra de vaga no Tribunal de contas do Estado (TCE).

Conforme já havia divulgado o Olhar Direto, Silval afirma, em seu acordo de colaboração, que ele e Blairo Maggi pagaram R$ 6 milhões para que Eder Moraes se retratasse e os livrasse do processo, que posteriormente foi arquivado.

Outro lado

Emanuel Pinheiro disse, por meio de sua assessoria de imprensa, que nunca recebeu "mensalinho" ou dinheiro ilícito para apoiar o governo de Silval Barbosa (PMDB).

Pinheiro afirmou em nota que "refuta toda e qualquer ilação que possa ter sido alegada com intenção de enredá-lo nas supostas práticas criminosas que teriam sido admitidas numa possível delação".

O deputado Ezequiel Fonseca confirmou que integrou a base aliada do ex-governador, mas afirmou que a informação de que recebeu propina "não procede".

O deputado estadual Oscar Bezerra (PSB), marido da prefeita Luciane Bezerra, afirmou que o dinheiro recebido por sua esposa era referente a uma dívida de campanha, da qual Silval ainda estaria faltando pagar cerca de R$ 300 mil.

O ministro Blairo Maggi afirmou que “lamenta” as ilações de Silval e que vai se defender na Justiça.

Olhar Direto não conseguiu contato com os demais políticos que aparecem na reportagem.

Confira as imagens divulgadas pelo Jornal Nacional:

 

Comentários
Veja Também
HERBALIFE_300
FORTALEZA
LIMIT ACADEMIA_BOTTON
Últimas Notícias
  
MBO_SEGURANÇA_300
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.