TASS_MOTORS
FatimaNews - Notícias de Fátima do Sul e região
Fátima do Sul, 17 de Dezembro de 2017
DELPHOS_FULL
30 de Agosto de 2004 07h49

Jô marca e Corinthians vence Palmeiras

Um clássico se decide em detalhes. A máxima foi comprovada na vitória do Corinthians sobre o Palmeiras por 1 a 0, hoje, no Morumbi - definida graças à falha do goleiro Sérgio, que se atrapalhou no gol de Jô, ainda no primeiro tempo. O erro custou caro ao Palmeiras, que caiu para o 4.º lugar do Campeonato Brasileiro, com 47 pontos. A equipe do técnico Tite segue em sua ascensão, foi a 41 pontos e subiu do 9º para o 8º lugar.

O clima de cautela e respeito entre os clubes durante a semana entrou em campo, no primeiro tempo. Ninguém se arriscou ao ataque e prevaleceu a marcação, especialmente pelas laterais. Exemplo disso foi que Baiano e Lúcio, dois dos principais trunfos palmeirenses, limitaram-se ao combate e não fizeram nenhum cruzamento perigoso.

Enquanto o adversário procurou valorizar a posse de bola, o Corinthians foi ligeiramente mais objetivo para definir as jogadas. Aos 10 minutos, Jô levou perigo, quando escapou pela esquerda, mas não havia nenhum companheiro na área para aproveitar o cruzamento. Aos 20, Renato pegou a sobra após cobrança de escanteio, mas bateu por cima.

E foi após outra bola parada que o Corinthians abriu o placar. A três minutos do intervalo, Fábio Baiano bateu o escanteio pela direita, Renato disputou de cabeça e Sérgio saiu, para fazer a defesa. O lance parecia fácil, mas o goleiro saiu mal e não conseguiu afastar a bola, que sobrou limpa para Jô tocar, de cabeça, para as redes. "O sol não me atrapalhou. Falhei, mesmo. Paciência", lamentou Sérgio. "Atacante tem de estar esperto para aproveitar qualquer falha", festejou Jô.

O Palmeiras voltou mais disposto para a etapa final e em quatro minutos, criou duas chances para empatar. Thiago Gentil puxou o contra-ataque e sofreu falta perto da área, mas na cobrança Baiano bateu mal. Em seguida, Osmar recebeu lançamento na área e fez o pivô para Magrão, que também concluiu com defeito.

O Corinthians teve ótima chance para ampliar, aos 13, quando Bruno Octavio tocou para Fábio Baiano e o meia chutou forte, de fora da área, e obrigou Sérgio a fazer boa intervenção. Vinte minutos mais tarde o meia tentou surpreender o goleiro novamente, mas Sérgio evitou o segundo gol com uma firme defesa.

Estevam Soares tentou dar maior mobilidade ao meio-campo do Palmeiras, com a entrada de Pedrinho no lugar de Baiano. A equipe subiu de produção e pressionou em busca do empate. Pedrinho arriscou de longe, e Fábio Costa teve dificuldade para pôr à escanteio. Sem outra alternativa, o treinador abriu de vez a equipe, com as trocas de Lúcio por Diego Souza e Marcinho por Renaldo. Nos últimos minutos, o Palmeiras terminou com três atacantes em campo, repetindo o expediente que dera certo diante do Vitória.

Por outro lado, a estratégia do técnico Tite foi a de apostar nos contra-ataques. Em um deles, quase marcou o segundo, não fosse a boa defesa de Sérgio, no chute forte de Rosinei. Porém, mais do que tentar surpreender, o Corinthians soube bloquear com eficiência as investidas do rival e tocou a bola com inteligência, no ataque, para segurar o resultado e garantir três pontos preciosos.

 

 

Estadão

Comentários
Veja Também
Nossa_Lojas
FORTALEZA
FARMÁCIA_CENTROFARMA_300
Últimas Notícias
  
LOJA_02
Eventos
dothCom © Copyright FatimaNews - Todos os Direitos Reservados.