Menu
SADER_FULL
sábado, 23 de fevereiro de 2019
LIMIT ACADEMIA
Busca
CANTINA BAH
Brasil

Jerson diz que Enersul insiste com tarifaço de 21,7%

2 Abr 2007 - 16h19

O presidente da Assembléia Legislativa, deputado estadual Jerson Domingos (PMDB), afirmou há pouco, ao deixar reunião entre o governo do Estado e a diretoria da Enersul, que a concessionária sinalizou que não irá ceder quanto ao pleito de reajustar em 21,7% a tarifa de energia elétrica em Mato Grosso do Sul.

Segundo Jerson, por enquanto os representantes da Enersul estão apenas apresentando uma planilha de custos para justificar o aumento requerido de 21,7%. Na tentativa de acelerar a solução do impasse, os deputados Jerson Domingo e Paulo Corrêa (PR) viajam na tarde de hoje a Brasília (DF) para tentar marcar uma audiência ainda nesta segunda-feira com a diretoria da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) para impedir o reajuste sugerido pela Enersul.

Os deputados vão a Brasília tentar antecipar a negociação que seria feita na audiência de amanhã que já está marcada desde a semana passada. Jerson revelou que, ao contrário da intenção do governo do Estado, a Aneel já sinalizou que o reajuste zero “é impossível”. “Nem 10% dá pra aceitar, muito menos 21,7%. Esse percentual é impraticável e pode causar um colapso social”, destacou Jerson.

O presidente do legislativo estadual afirmou que a auditoria feita pela Aneel está prevista para acontecer, mas ainda não começou. O deputado Jerson Domingos disse ainda que o governador André Puccinelli (PMDB) não irá até a reunião de amanhã com a diretoria da Aneel e enviará apenas um representante do Executivo Estadual.

Nesta reunião de terça-feira, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) define durante a 11ª reunião pública, o índice de reajuste da tarifa de energia para os 74 municípios de Mato Grosso do Sul, atendidos pela Enersul, que solicitou aumento de 21,72%, para vigorar a partir do próximo dia 8. A reunião ocorre a partir das 9 horas (Horário de MS), na sala de reunião da diretoria da Aneel, em Brasília

Estão previstos para participar da reunião na sede da Aneel, os deputados Jerson Domingos, Paulo Corrêa, o gerente de projetos de energia do governo do Estado, Ademar Manchester, e um diretor da Enersul. O presidente da Assembléia revelou, que dependendo da decisão tomada amanhã sobre o reajuste, irá reunir todos os deputados da Casa para tomar uma atitude obre o assunto e a instauração de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) não está descartada.

 

 

Mídia Max

Deixe seu Comentário

Leia Também

PEDOFILIA
Babá de 15 anos recebia dinheiro para ter relações com patrão
PREOCUPANTE
Mineradora declara situação de emergência em barragem de Araxá
INTOLERANCIA RELIGIOSA
Delegado solicita ida à casa do 'BBB 19' para interrogar Paula, investigada por intolerância
RESUMO DAS NOVELAS
Mercedes convoca Murilo para uma conversa
CORTE CEGO
Megaoperação da PM em 18 bairros tem três mortos e cinco feridos
PERSISTÊNCIA
Ex-faxineiro se forma em Jornalismo e já está empregado
O QUE IMPORTA PARA VOCÊ?
Equipe médica leva paciente de UTI à formatura do filho
INDIGNAÇÃO
Pedreiro desafia Rodrigo Maia: 'Trabalhe 30 dias numa obra, que trabalho até os 80'
AMOR INCONDICIONAL
Cadela espera toda noite pela chegada de Boechat, diz mulher do jornalista
VIOLENCIA DOMESTICA
Reconstrução de rosto de mulher espancada na Barra vai durar seis meses, diz médico