Menu
FARMÁCIA_CENTROFARMA_FULL
terça, 13 de novembro de 2018
SADER_FULL
Busca
SICREDI_FATIMA
Brasil

Jateí atende gestantes com projeto Saúde Materno Infantil

20 Jul 2007 - 09h39

Sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde, gerenciada por Ademar Caetano, em parceria com a Secretaria de Assistência Social, administrada pela primeira-dama Maria Aparecida Neres Leite, o município de Jateí desde o ano passado executa o projeto Saúde Materno Infantil, direcionado às gestantes da cidade e do distrito de Nova Esperança.

 

No entanto no último dia 18 a equipe da saúde realizou junto as gestantes a reunião do mês de julho, sob o tema Cuidados com o recém nascido, proferido pela enfermeira do PSF (Programa Saúde Familiar) Urbano1, Karimi Cavazzani no Centro do Idoso Letícia Silva de Oliveira. Na ocasião foram sorteados alguns brindes as participantes.

 

O projeto conta com o apoio integral do prefeito Eraldo Jorge Leite (PL) onde as gestantes tende a serem orientadas, através de reuniões mensais, sobre os cuidados que devem ter durante a gestação e após o nascimento do bebê. São oferecidas sugestões para manter a saúde saudável, com acompanhamento durante o período da gravidez, até os seis meses de vida da criança. A coordenação do programa é de responsabilidade da equipe de saúde, através do PSF Urbano 1, composto pela nutricionista Carla Cristina de Oliveira, enfermeira Karimi Cavazzani e as agentes comunitárias de saúde Rosimeire Martins, Edna Torrezan e Josianne Siqueira.


Atualmente as reuniões estão sendo realizadas no Centro Social João Quelé Ramos, com diversos temas relacionados à gestação, lactação, até a alimentação complementar e adequada. São utilizados materiais didáticos como cartilha, vídeos e cartazes, com palestras com diversos profissionais como psicóloga, nutricionista, fisioterapeuta e fonoaudióloga.


Segundo a enfermeira Cavazzani, a intenção é atender 100% das gestantes do município, mas as mulheres grávidas que residem em Jateí, que desejam participar do projeto devem procurar os agentes comunitários ou comparecer no centro de saúde. Desde o início do projeto em torno de 36 gestantes foram atendidas.
“A gravidez normal é acompanhada por diversas alterações fisiológicas e psicológicas, que afetam quase todas as funções orgânicas da gestante”, observa Cavazzanii, justificando que, “pensando nisso, estamos orientando as futuras mães sobre as alterações que ocorrem em seu corpo e como agir com a chegada do bebê, tornando esta adaptação facilitada”.

 

No último mês da gestação as grávidas carentes, que participarem do projeto receberá da Assistência Social o kit bebê contendo o enxoval completo. Neres Leite afirma que a intenção é atender as mães carentes e as emergências, visando à integração social das famílias, lembrando que desde o inicio do projeto já foram entregues mais de 20 kits.

 

 

Fátima News

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE DE TRANSITO
Caminhão passa por cima de veículos e explode em grave acidente
NOVELA GLOBAL
'O sétimo guardião': Marilda (Letícia Spiller) é flagrada nua e finge ser uma assombração
BNDS
“Se não abrir a caixa preta do BNDES, está fora!”, diz Bolsonaro sobre Levy
FAMOSIDADES
Susana Vieira está com leucemia, mas a doença está controlado, diz assessoria
NOVELA GLOBAL
Marina Ruy Barbosa é a heroína de 'O sétimo guardião': 'Luz foge do tradicional'
CONSTRANGIMENTO
Claudia Leitte quebra silêncio e desabafa sobre polêmica com Silvio Santos
OPORTUNIDADE DE EMPREGO
Concursos oferecem mais de 1 mil vagas e salários de até R$ 6,6 mil no MS
NOVA EQUIPE
Bolsonaro intensifica processo de transição esta semana em Brasília
ESPORTE EM TOUROS
VÍDEO: Peão de MS morre após ser pisoteado por touro em rodeio no interior de SP
ULTIMO CAPITULO
Globo exibe último capítulo de Segundo Sol e assunto bomba